Newsletter





Facebook
Instagram
Website

Fevereiro 2024


Em fevereiro realiza-se a apresentação final do projecto "Corpos Sonoros", na Fundação Calouste Gulbenkian, culminado assim um trabalho comunitário de vários meses, desenvolvido pelo Projecto DME juntamente com os artistas Bitocas Fernandes e Filipe Sousa, no Bairro do Rego, onde está inserido o Lisboa Incomum.

Na mesma semana, o Ensemble DME subirá ao palco do Auditório do Liceu Camões, com um programa inteiramente dedicado as celebrações dos 50 anos de liberdade em Portugal. 


Anunciamos ainda que, em breve, teremos a 3ª edição do  Festival Imersivo, dedicado à música acusmática difundida no sistema imersivo em forma de cúpula do Lisboa Incomum. Iremos receber, no Lisboa Incomum, diversos compositores de renome internacional que realizarão conferências e concertos entre os dias 22 e 24 de Março.

Por último, mas não menos importante, já estão abertas as inscrições para a nossa International Masterclass for Composers, onde compositores terão a oportunidade de trabalhar com o compositor sueco Åke Parmerud e o compositor "da casa" Jaime Reis.


 

Corpos Sonoros
Janeiro-Fevereiro 2024
Lisboa Incomum & Fundação Calouste Gulbenkian

Apresentação final: 11 de fevereiro

"Corpos Sonoros" é um projeto pedagógico e de criação comunitária que procura realizar um trabalho que fomente a participação cívica e artística, bem como a consciencialização ambiental. Tem como objectivos a criação de um ensemble de instrumentos reciclados, construídos pelo artista Bitocas Fernandes, e a realização de um espetáculo orientado por Filipe Sousa, pianista, improvisador e pedagogo.

O projecto decorre ao longo de diversas sessões durante os últimos meses, no Lisboa Incomum e resultará na criação de uma performance-instalação com apresentação na Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do evento Rising Stars (11 de Fevereiro de 2024).


Produção: Projecto DME & Lisboa Incomum
Co-produção: Fundação Calouste Gulbenkian
Parceiros: Associação Passa Sabi, INET-md, CRIA-IUL, Instituto Gregoriano de Lisboa

Novidades em breve aqui!

Arte pela Democracia
16 Fev 2024 - 11h45 | Liceu Camões


"Arte pela Democracia" é um espetáculo que parte das obras musicais CDE de Jorge Peixinho (1940-1995) e A Casa do Cravo de Carlos Marecos (1963) como ponto de partida para uma reflexão sobre o contexto político de dois períodos marcantes da história recente de Portugal.

A obra de Peixinho, importante compositor no panorama musical contemporâneo português, faz referência ao Movimento Democrático Português/Comissão Democrática Eleitoral (MDP/CDE), uma das mais importantes organizações políticas da Oposição Democrática ao regime do Estado Novo em Portugal.

Já a peça de Carlos Marecos é inspirada na vivência do compositor durante o período do pós 25 de Abril de 1974 (Processo Revolucionário em Curso - PREC) que inclui gravações que o próprio realizou das emissões radiofónicas da ocupação da rádio renascença em 1975, bem como excertos de canções de intervenção.


O Ensemble DME interpreta estas duas obras no dia 16 de fevereiro de 2024, pelas 11h45, no Liceu Camões, com entrada gratuita, uma curadoria do Lisboa Incomum.

Apoio: República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes e Comissão Comemorativa 50 anos 25 de Abril

Programa:

Carlos Marecos: A Casa do Cravo (2019), para piano e electrónica em tempo real 
Jorge Peixinho: CDE (1970), para piano, violino, clarinete e piano 


Mais informações aqui.

Em breve!

Festival Imersivo
22 a 24 de Março 2024 | Lisboa Incomum

Em 2024, o Projecto DME apresenta a 3ª edição do Festival Imersivo, um evento anual dedicado à música electroacústica que coloca em destaque os dois sistemas de som em forma de cúpula do espaço Lisboa Incomum. Trata-se de um sistema constituído por colunas dispostas no espaço, envolvendo a audiência numa cúpula, que permite uma percepção profunda do parâmetro Espaço em Música, numa imersão em fluxos de sons e movimentos.

O festival decorrerá de 22 a 24 de Março, promovendo seminários de composição e concertos dentro da temática da música acusmática. Todos os concertos serão às 19h30.

Os compositores convidados serão Åke Parmerud (Suécia), Thomas Gorbach (Áustria), Enrique Mendoza Mejia (México/Áustria) e Julien Guillamat (França). 

Todos os concertos são gratuitos, mediante reserva para o email lisboaincomum@gmail.com.

Os seminários de composição com os quatro compositores requerem inscrição prévia até ao dia 10 de Março, com um custo de 20 euros cada e, caso a inscrição seja feita em todos, o custo total é de 50 euros. A nossa equipa entrará em contacto para proceder ao pagamento assim que recebermos a inscrição.

Formulário de inscrição nos seminários (até dia 10 de março)

Mais informações aqui.

International Masterclass for Composers 2024
22 a 24 de Março 2024 | Lisboa Incomum

The educational and concert platform for new music DME is announcing the International Masterclass for composers, presenting as guest tutors/artists Åke Parmerud and Jaime Reis.

This event will take place in Lisbon, Portugal, on 22-27 March 2024, as part of the Immersive Festival 2024, focused on acousmatic music and immersive audio. Composers regardless of age and residence are welcome to apply.

Åke Parmerud ("Composing with modular synthesis")
Jaime Reis (individual lessons - one for each student)

The tuition fees depends on the following categories:
    · Active participation: International masterclass with Jaime Reis and Åke Parmerud + attendance to Festival Imersivo and seminars (22-27 Mar): €250
    · Active participation: International masterclass with Jaime Reis and Åke Parmerud (25-27 Mar): €200
    · Passive participation: possibility to attend all activities as listener (it does not include an individual lesson) : €150

Portuguese composers (or resident in Portugal) are entitled to receive a grant that will range between €50 and €150. The grant applicants should attach a motivation letter in the formulary with maximum 3000 characters.

Each participant is responsible for her or his travel expenses, accommodation and meals in Lisbon.

Registration form 
Deadline: 23 February 2024

More information here.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp


Facebook
Instagram
Website

Janeiro 2024


O ano de 2024 reserva-nos muitas novidades, música e criação no Projecto DME e Lisboa Incomum. 🍀

Arrancamos em janeiro com as sessões de um projecto muito especial, "Corpos Sonoros", que será apresentado em Fevereiro na Fundação Calouste Gulbenkian. Este projecto junta músicos e não músicos numa simbiose de criação artística, com a participação da comunidade local. O Lisboa Incomum será um espaço de diálogo e criação, com orientação de Bitocas Fernandes e Filipe Sousa.

Já no dia 19 de Janeiro, recebemos o pianista Larry Axelrod, num concerto a solo dedicado a música de compositores portugueses ou que refletem sobre a música em Portugal, e voltamos ao Goethe-Institut Portugal para o concerto "A música mista explicada".

A equipa DME / Lisboa Incomum deseja a todos um excelente ano de 2024!

Larry Axelrod | Portugal from Inside Out
19 Jan 2024 - 19h30 | Lisboa Incomum


Larry Axelrod, pianista, compositor e maestro, apresenta-se no Lisboa Incomum num recital de piano a solo dedicado a música de compositores portugueses ou que refletem sobre a música em Portugal. O programa faz uma viagem por repertório contemporâneo para piano solo e com electrónica.

Sobre o concerto, o pianista escreve: “Durante os dois últimos anos em Portugal, tive a sorte de conhecer muitos compositores e de conhecer a música de muitos outros. Este programa reunirá músicas de compositores portugueses autóctones que criam no país, de portugueses que hoje vivem noutro local, de um estrangeiro que viveu e trabalhou nos Açores durante vários anos e depois partiu, e de um estrangeiro que agora chama Portugal de casa. Espero que estas quatro perspectivas relacionadas permitam ao público ver o efeito de Portugal nos compositores de uma nova forma”.

A entrada é livre, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Programa:

Jorge PeixinhoEstudo 3 (1979)
Sérgio Azevedo: Pequenos Estudos Característicos (seleções) (2020/21)
Carlos CairesDuetto (2001)
Andreia Pinto-CorreiaSilêncios, Atmosferas e Utopias (2008)
Eduardo Luis PatriarcaMeditação (2007)
Timothy Ernest JohnsonTerceira de Saudade (2023)
Diogo AlvimPeça com Vista (2018)
Lawrence Axelrod(un)settled (2022)


Mais informações aqui.

Corpos Sonoros
Janeiro-Fevereiro 2024
Lisboa Incomum & Fundação Calouste Gulbenkian

"Corpos Sonoros" é um projeto pedagógico e de criação comunitária que procura realizar um trabalho que fomente a participação cívica e artística, bem como a consciencialização ambiental. Tem como objectivos a criação de um ensemble de instrumentos reciclados, construídos pelo artista Bitocas Fernandes, experimentalista, improvisador e pedagogo, e a realização de um espetáculo orientado por Filipe Sousa, pianista formado trabalho colaborativo e participativo com artistas e comunidades.

O projecto decorre ao longo de diversas sessões durante o mês de janeiro no Lisboa Incomum e resultará na criação de uma performance-instalação com apresentação na Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do evento Rising Stars (11 de Fevereiro de 2024).


Produção: Projecto DME & Lisboa Incomum
Co-produção: Fundação Calouste Gulbenkian
Parceiros: Associação Passa Sabi, INET-md, CRIA-IUL, Instituto Gregoriano de Lisboa

Novidades em breve aqui!

E ainda...

A Música Mista Explicada
19 Jan 2024 - 19h | Goethe-Institut

No dia 19 de janeiro, pelas 19h00, no auditório do Goethe-Institut em Lisboa, alunas e alunos da Escola Superior de Música de Lisboa (ESML), da Escola de Música de Nossa Senhora do Cabo (EMNSC) e da Escola Artística de Música do Conservatório Nacional (EAMCN) irão apresentar em concerto o trabalho desenvolvido em conjunto em vários workshops desde novembro do ano passado. Serão apresentadas peças de compositores como João Pedro Oliveira, Nádia Carvalho, Henrique Couto e Diogo Batista, entre outras jovens compositoras e outros jovens compositores.

Este projeto, iniciado em novembro, conta com o apoio do Projecto DME e do Lisboa Incomum - relembramos a participação da solista do Ensemble DME, Beatriz Costa, no passado no dia  20 de novembro de 2023, que interpretou obras dos compositores Mario Mary (Argentina) e Alla Zahaikevych (Ucrânia).

A entrada é livre.
Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp

Facebook
Instagram
Website

Dezembro 2023


Em 2023, o Projecto DME celebra o seu vigésimo aniversário de actividade e o décimo aniversário do Ensemble DME. O mês de Dezembro assinala estes marcos com quatro actividades em diferentes pontos do país.

O projecto "O Canto das Sementes", dedicado à criação de nova música por jovens compositores, viajará entre Lisboa, Porto e Seia. Também no Porto, destaca-se a curadoria do Projecto DME de um concerto de música acusmática para sistema de som em forma de cúpula na Casa da Música, no âmbito do PEMS (Porto Electronic Music Symposium) 2023, e duas conferências com Jaime Reis e Annette Vande Gorne. 

Em Seia, realiza-se o anual Festival DME, que encerra o ano de 2023 com a comemoração do duplo aniversário DME, onde se inclui o lançamento da nova edição fonográfica, "Raíz do Som II" e concertos dedicados a estreias de música portuguesa e à formação de jovens músicos na prática da música contemporânea erudita.

A equipa DME / Lisboa Incomum deseja-vos boas festas e boas entradas! 
🎄

O Canto das Sementes I
14, 15 e 19 de Dezembro 2023: Lisboa, Porto e Seia


“O Canto das Sementes” é um projecto que reúne 4 jovens compositores em formação ou recém formados pelas 4 instituições de ensino superior de composição em Portugal (ESMAE - Porto, ESML - Lisboa, Universidade de Aveiro e Universidade de Évora): César Rafael Cordeiro (UÉ), João Pacheco (ESML), Daiana Maciel da Silva (UA) e Ema Ferreira (ESMAE).

Estes artistas emergentes são orientados pelo compositor Dimitris Andrikopoulos, que actua simultaneamente como compositor e tutor deste projecto. É, assim, criado um espectáculo que une peças encomendadas pelo Projecto DME, estreadas pela violoncelista Katharina Gross (Áustria e Holanda) e a clarinetista Fie Schouten (Holanda), que trabalharão com os jovens em residência artística.

O programa circulará entre as cidades de Lisboa (Lisboa Incomum, 14 de Dezembro), Porto (ESMAE, 15 de Dezembro) e Seia (Casa Municipal da Cultura, 19 de Dezembro, integrado no Festival DME).

As entradas são gratuitas. Informações relativamente aos programas e à entrada para cada concerto disponíveis aqui.

Obras encomendadas pelo projeto DME:
Ema Ferreira: jardins de cristais (2023)
César Rafael: Ode Marítima (2023)
João Pacheco: Primordial (2023)
Daniela Maciel: Only One (2023)
Dimitris Andrikopoulos: When you see... (2023)

Conferência com Annette Vande Gorne
15 de Dezembro 2023, ESMAE, Porto

A compositora belga Annette Vande Gorne estará na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, na sexta-feira, dia 15 de Dezembro de 2023, para uma conferência sobre Música Acusmática.

A conferência terá lugar na sala 210, entre as 17h e as 18h30, com entrada gratuita, mediante inscrição para producao.dme@gmail.com.

Projecto DME na Casa da Música
Porto, 16 de Dezembro 2023, 11h30


O Projecto DME anuncia a curadoria de um concerto dedicado à música acusmática, a realizar-se na Casa da Música de Porto, no dia 16 de Dezembro, pelas 11h30. O espetáculo é inserido no evento PEMS (Porto Electronic Music Symposium), organizado pela Casa da Música através da Digitópia, e "é um ponto de encontro que celebra a criação artística, a performance e a inclusão através da relação entre a tecnologia e a música". É antecedido por uma conversa com o compositor Jaime Reis sobre o sistema imersivo de dezasseis canais e a sua abordagem composicional.

Programa:
Jaime ReisMagistri Mei – Bruckner (2020) 
Annette Vande Gorne: Vox Alia 2: Cathédrales (2021)
Hans TutschkuAlte Freunde (2021)
Jaime ReisFluxus, pas trop haut dans le ciel (2017)

Mais informações aqui.

Festival DME Seia
18 a 21 de Dezembro 2023


Realizado anualmente desde 2003, o Festival DME regressa em 2023 à Serra da Estrela de 18 a 21 de Dezembro.

Este ano, destaca-se a comemoração do vigésimo aniversário do Projecto DME e do décimo aniversário do Ensemble DME, que abre o festival no dia 18 de Dezembro na Casa Municipal da Cultura de Seia, com um concerto especial de lançamento da nova edição fonográfica Raíz do Som II.

A programação conta também com o último concerto d'O Canto das Sementes, no dia 19, reunindo num só concerto, música de quatro jovens estudantes de composição e do compositor Dimitris Andrikopoulos, encomendas do Projecto DME e que serão interpretadas pela violoncelista austríaca Katharina Gross e a clarinetista holandesa Fie Schouten.

O festival de Seia é novamente o palco da final da 12ª Edição do Concurso Nano Músicos Electroacústicos, desta vez não só na categoria do Ensino Artístico Especializado, mas também no Ensino Superior de Música, no dia 19.

O ensemble Electroville Jukebox, dedicado à música contemporânea, experimental e improvisada, apresenta-se também na Casa Municipal da Cultura no dia 20 de Dezembro.

Por fim, no último dia, realiza-se o concerto final do Estágio de Aperfeiçoamento Interpretativo com a participação especial da solista do Ensemble DME e directora da Escola de Artes da Universidade de Évora, Ana Telles.

O Estágio decorrerá ao longo dos quatro dias do festival, orientado pela maestrina Rita Castro Blanco juntamente com Katharina Gross e Fie Schouten, a solista do Ensemble DME Beatriz Costa e os compositores Mariana Vieira e Jaime Reis, sendo direcionado a instrumentistas que se encontrem a frequentar o ensino superior de música e profissionais da área.

O Festival DME Seia conta com o apoio da DGArtes/Ministério da Cultura, Antena 2, Câmara Municipal de Seia, do Collegium Musicum - Conservatório de Música de Seia e da Casa Municipal da Cultura de Seia.

Programa Geral:

18 de Dezembro
Conservatório de Música de Seia:
15h00 - 17h00: Workshop "O Canto das Sementes", com Katharina Gross & Fie Schouten
Casa Municipal da Cultura de Seia:
18h30: Concerto Ensemble DME, lançamento CD "Raíz do Som II"

19 de Dezembro
Conservatório de Música de Seia:
16h00 - 17h00: Final Concurso Nano Músicos Electroacústicos
Casa Municipal da Cultura de Seia:
18h30: Concerto "O Canto das Sementes" (Katharina Gross & Fie Schouten)

20 de Dezembro
Conservatório de Música de Seia:
10h00 - 13h00: Workshop com participantes do Nano Músicos Electroacústicos
Casa da Cultura de Seia:
18h30: Concerto Electroville Jukebox

21 de Dezembro
Casa da Cultura de Seia:
18h30 - 19h30: Concerto Final Estágio Aperfeiçoamento Interpretativo, com a participação especial de Ana Telles
Casa da Cultura de Seia:
21h00 - 22h30: Sessão de Cinema

Todos os eventos são de entrada gratuita.
Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp

Facebook
Instagram
Website

Novembro 2023


O mês de Novembro traz consigo dois eventos que se destacam na programação anual do Projecto DME e do Lisboa Incomum. 

Depois da edição de 2021, o Festival de Música Contemporânea de Évora regressa agora em 2023, com uma programação dedicada à música aliada à performatividade, num cartaz que visa dar a conhecer diferentes abordagens contemporâneas da criação musical, colocando par a par ensembles e músicos estabelecidos no panorama musical internacional com jovens artistas, no final da sua formação académica, e membros da comunidade local.

Destacamos ainda a 7ª Edição do Simpósio Cultura e Sustentabilidade, um evento que une temáticas de consciencialização ambiental a práticas artísticas. Mantemos a co-produção com o Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve e, nesta edição, faremos co-curadoria de evento com Guilherme Santos.

Além destes dois eventos, o nosso programa de residências artísticas continua este mês com duas duplas: Salomé Pais Matos e João Quinteiro; Ricardo Almeida e Carlos Santos.

Contamos convosco?

Festival de Música Contemporânea de Évora 
3 a 5 de Novembro 2023


Festival de Música Contemporânea de Évora está de regresso. Tem co-organização do Projecto DME e da Escola de Artes da Universidade de Évora, com apoio da Câmara Municipal de Évora. Nestes mesmos moldes, o festival contou já com uma edição em 2021. Este ano, realiza-se entre 3 e 5 de Novembro, e dedicar-se-á às ligações entre a música e a performatividade em palco.

O Ensemble DME estreará uma obra de Gerhard Stäbler e Kunsu Shim, que estarão presentes no Festival, encomendada pelo Projecto DME para esta ocasião. Com o ensemble tocarão ainda um conjunto de alunos instrumentistas da Escola de Artes da Universidade de Évora.

Contam-se ainda com os recitais a solo da pianista Ana Telles e do jovem percussionista Paulo Amendoeira, a quem se juntam os percussionistas David Russo e Gonçalo Cerqueira, alunos da Universidade de Évora, e de dois ensembles convidados: Vertixe Sonora (Espanha) e ars ad hoc (Portugal). Este último estreará uma obra para quarteto de cordas de Mariana Vieira, compositora também em destaque neste festival, com a sua obra para coro e electrónica "Coro dos Pequenos Cidadãos", que será apresentada por um coro participativo que junta habitantes locais em palco, com direção musical de Pedro Nascimento e encenação de Jade Cambournac, também aluna da Escola de Artes da Universidade de Évora.

Entrada gratuita mediante marcação de lugar (mais informações junto a cada concerto).

Apoio: República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes


Programa:

3 de Novembro
18h00, Salão Nobre do Teatro Garcia de Resende:

Diálogos de som e imagem: Obras para piano, electrónica e vídeo | Ana Telles
Reserva de lugar aqui.

21h00, Auditório do Colégio Mateus d’Aranda:
FADENSPIELE | Performance-Concerto
Ensemble DME, Ana Maria Santos, Gerhard Stäbler & Kunsu Shim | Com a participação de alunos da Escola de Artes da Universidade de Évora
Reserva de lugar aqui.

4 de Novembro
16h30, Palácio de D. Manuel (1ª sessão):

Coro dos Pequenos Cidadãos | Mariana Vieira
18h00, Palácio de D. Manuel (2ª sessão):
Coro dos Pequenos Cidadãos | Mariana Vieira
Reserva de lugar aqui.

21h00, Auditório do Colégio Mateus d’Aranda:
Vanitas | Ensemble Vertixe Sonora
Reserva de lugar aqui.

5 de Novembro
16h30, Palácio de D. Manuel:

r.mutt
Paulo Amendoeira | Com a participação dos alunos da Escola de Artes da Universidade de Évora David Russo e Gonçalo Cerqueira
Reserva de lugar aqui.

21h00, Auditório do Colégio Mateus d’Aranda:
A Versatilidade das Cordas | ars ad hoc
Reserva de lugar aqui.


Mais informações aqui.

Residência Artística | Salomé Pais Matos e João Quinteiro
Lisboa Incomum, 7 a 12 de Novembro 2023


Integrada no Ciclo de Residências Artísticas DME, o espaço Lisboa Incomum recebe Salomé Pais Matos, harpista portuguesa, em Residência Artística com o compositor João Quinteiro. Nesta residência, que se realiza entre 7 e 12 de Novembro de 2023, os músicos irão trabalhar numa nova criação de João Quinteiro, encomenda do Projecto DME, para harpa com espacialização intitulada “Penélope, meio-dia”. A obra será apresentada no espetáculo final, domingo, dia 12 de Novembro, pelas 19h30, junto de peças de Sara Ross, Clotilde Rosa, Filipe Pires e Mariana Vieira.

A entrada é gratuita mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Mais informações aqui.

Ensemble DME nos II Encontros Quadrivium de Música Contemporânea
Igreja do Colégio (São Miguel, Açores)
12 de Novembro | 17h (hora local)


Integrado nos II Encontros Quadrivium de Música Contemporânea, a associação Quadrivium recebe o Ensemble DME para um concerto dedicado à revolução dos cravos, com obras de Jorge Peixinho e Carlos Marecos. O concerto será no dia 12 de Novembro pelas 17h (hora local), na Igreja do Colégio, ilha de São Miguel, Açores.

Mais informações aqui.

Residência Artística
Ricardo Almeida e Carlos Santos

Lisboa Incomum | 20-24 de Novembro 2023


O jovem compositor Ricardo Almeida, e o artista sonoro e músico electrónico, Carlos Santos, estarão em Residência Artística no Lisboa Incomum entre 20 e 23 de Novembro.

Sob o mote da sustentabilidade, a residência focar-se-á na preparação de uma performance interactiva (com plantas, sensores e electrónica), a ser apresentada no âmbito do Simpósio Cultura e Sustentabilidade, que se realiza nos dias 24 e 25 de Novembro, no Lisboa Incomum.

Culture and Sustainability
Lisboa Incomum | 24 & 25 Novembro 2023


O "Simpósio Cultura e Sustentabilidade" é coorganizado anualmente pelo Lisboa Incomum e pelo Projecto DME. Contando com seis edições desde 2017 (ano de inauguração do Lisboa Incomum), tem como objetivo fomentar uma discussão interdisciplinar (artística, científica, política) sobre os papéis que as práticas artísticas podem assumir para a consciencialização ambiental, intervindo na discussão sobre temas como a sustentabilidade e a ecologia. Esta discussão é feita entre o público e os convidados do evento através de diferentes tipos de actividades como conferências, concertos e workshops.

À semelhança do ano 2022, a edição deste ano é também co-organizada pelo CCMAR - Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve e está de regresso nos dias 24 e 25 de Novembro, no espaço Lisboa Incomum. Conta também com a curadoria de Guilherme Santos.

Procurando estabelecer um nexo entre alimentação, sustentabilidade e cultura, o Simpósio ‘Cultura e Sustentabilidade 2023’ visa promover o debate e a reflexão sobre a sustentabilidade dos lugares que a alimentação ocupa nos nossos espaços e na nossa cultura. Fenómeno necessariamente ubíquo e central nas nossas sociedades, a alimentação será o ponto de partida para um conjunto de performances, debates e workshops que têm em comum a perspectiva da alimentação sobre a paisagem envolvente.


Mais informações aqui.

A aproximar-se...

Concurso Nano Músicos Electroacústicos


Relembramos que continuam abertas as inscrições para a 12ª edição do Concurso Nano Músicos Electroacústicos para jovens compositores interessados em compor peças para instrumento e electrónica.

Este ano contamos com duas categorias distintas: 

Categoria Ensino Artístico Especializado

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para instrumento e electrónica, com duração entre 2 e 5 minutos.
  • A peça será interpretada pelos próprios compositores, com auxílio técnico da equipa do Projecto DME.
  • Data limite de inscrição: 27 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/Yp79xvdiC85Fbcf29

Categoria Ensino Superior

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para violino e electrónica (até 4 canais), com duração máxima de 10 minutos. 
  • A peça será interpretada pela solista do Ensemble DME, Beatriz Costa.
  • Data limite de inscrição: 1 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/SJoQbrQB2pZ38hdW9


Em caso de dúvidas, contactar o email: producao.dme@gmail.com

Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp
Facebook
Instagram
Website

Outubro 2023


No mês de Outubro, o Projecto DME e o Lisboa Incomum dedicam-se à criação em residência. 

Destacamos a Residência Artística da compositora Olívia Silva com o flautista polaco residente na Suíça, Rafal Zolkos, no âmbito do projecto NoiseINoise, a quem se juntam o compositor suíço Micha Seidenberg e a compositora alemã Karin Wetzel. O projecto apresentar-se-á no Lisboa Incomum, no dia 7 de Outubro, onde uma nova obra da jovem compositora portuguesa será estreada, uma encomenda do Projecto DME. 


Também em residência no final do mês, o percussionista Paulo Amendoeira estará em preparações para o seu concerto que acontecerá no Festival de Música Contemporânea de Évora 2023, entre os dias 3 a 5 de Novembro, que co-organizamos com a Escola de Artes da Universidade de Évora e o Município de Évora.

Relembramos ainda que as candidaturas para as Residências Artísticas DME terminam no dia 31 de Outubro.
 

NoiseINoise
Lisboa Incomum | 7 Outubro 2023, 19h30


NoiseINoise é uma colaboração internacional entre o compositor suíço Micha Seidenberg, a compositora alemã Karin Wetzel e Rafal Zolkos, um flautista polaco residente na Suíça. O resultado do projeto é apresentado numa digressão internacional de concertos na Suíça, Polónia, Alemanha e Portugal. Os artistas estarão em Residência Artística no Lisboa Incomum de 5 a 7 de outubro, em colaboração com a jovem compositora portuguesa Olívia Silva, que apresentará uma nova obra para flauta e electrónica, encomendada pelo Projecto DME.

O concerto final da residência realizar-se-á no sábado, dia 7 de outubro, pelas 19h30.

O programa do concerto baseia-se em novas obras para flauta e electrónica relacionadas com o tema central do projeto: uma nova perspetiva do ruído como material musical.

A entrada é gratuita, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com


Programa:
Olívia Silva: Sound Poem (2023)*, para flauta e electrónica
Karin Wetzel: Dyadic Movement (2022), para flauta baixo e electrónica em tempo real
Olga Kokcharova: Mycosilence (2019), electrónica fixa para quatro canais
Micha Seidenberg: At night they listen to all creatures (2022), para flauta baixo e electrónica em tempo real

*estreia absoluta, encomenda Projecto DME

Rafal Zolkos, Flautas
Olívia Silva, Karin Wetzel, Micha Seidenberg, Electrónica


Mais informações aqui.

Fora do Tempo
Ernesto Rodrigues, Fred Lonberg-Holm, José Oliveira, André Hencleeday

Lisboa Incomum, 13 de Outubro 2023, 19h30

O Lisboa Incomum recebe os músicos Ernesto Rodrigues (viola), Fred Lonberg-Holm (violoncelo) , José Oliveira (bateria) e André Hencleeday (piano) para um concerto de improvisação livre, no dia 13 de outubro de 2023, pelas 19h30.

A entrada é livre, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Sinopse:
'“ex tempore”, chamavam os latinos ao acto de improvisar. Fora do tempo. Mas a música improvisada cria o seu próprio tempo, o tempo interior de cada músico. O tempo de escutar e reagir, de comentar ou ficar em silêncio. Da deriva europeia do free-jazz e da música erudita contemporânea teve origem a free music, música eminentemente livre, feita no instante, na qual a noção de ‘composição instantânea’ resulta da articulação do que cada músico está a fazer em cada momento e em que tudo conta, incluindo o erro. Todas as referências são convocadas e logo esquecidas na improvisação, bem como a exploração extensiva de cada instrumento, aumentando as suas possibilidades sónicas e o seu poder de abstracção. O instrumento reflecte a respiração de cada músico, a música improvisada articula da melhor maneira possível todas essas respirações. E tendo sempre o foco na escuta do que está a acontecer, para reagir com sagacidade.'

Mais informações aqui.

Residência Artística | Paulo Amendoeira
Lisboa Incomum, 29 e 30 de Outubro 2023


O jovem percussionista português estabelecido em Bern, Suíça, Paulo Amendoeira, estará em Residência Artística no Lisboa Incomum nos dias 29 e 30 de Outubro.

Nesta residência, irá preparar um concerto para o Festival de Música Contemporânea de Évora, a realizar-se entre 3 e 5 de Novembro de 2023 (mais informações em breve). Os percussionistas David Russo e Gonçalo Cerqueira, alunos da Universidade de Évora, juntam-se a ele, interpretando a obra da jovem compositora Eva Aguilar, num programa que conta também com repertório de Pauline Oliveros, Michael Maierhof, Vinko Globokar e do portugês Luís Antunes Pena.

A aproximar-se...

Residências Artísticas DME
Deadline: 31 de Outubro de 2023


A call para Residências Artísticas DME termina no dia 31 de outubro de 2023!

O programa de Residências Artísticas DME pretende ser uma plataforma para a colaboração artística e novas criações. Com lugar em Seia ou em Lisboa, disponibilizamos alojamento, um espaço de trabalho e um honorário fixo, cujos detalhes serão explicados mais adiante neste documento.

Procuramos músicos intérpretes, a solo ou em ensemble, e compositores com vontade de trabalhar colaborativamente. As candidaturas serão feitas individualmente e o Projecto DME reunirá intérpretes e compositores.

Cada residência artística terá como objetivo desenvolver, ensaiar e apresentar (total ou parcialmente) uma nova criação, bem como a criação de um concerto em torno de uma temática específica, que será acordada em diálogo com a direção artística do Projecto DME.

Através desta open call, serão seleccionados projetos para as residências de 2024 e 2025.

Formulário de Candidatura: https://forms.gle/86qaxX93M5JgCdDWA

Em caso de dúvidas, contactar o email: producao.dme@gmail.com

Mais informações aqui.

Concurso Nano Músicos Electroacústicos


Relembramos que continuam abertas as inscrições para a 12ª edição do Concurso Nano Músicos Electroacústicos para jovens compositores interessados em compor peças para instrumento e electrónica.

Este ano contamos com duas categorias distintas: 

Categoria Ensino Artístico Especializado

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para instrumento e electrónica, com duração entre 2 e 5 minutos.
  • A peça será interpretada pelos próprios compositores, com auxílio técnico da equipa do Projecto DME.
  • Data limite de inscrição: 27 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/Yp79xvdiC85Fbcf29

Categoria Ensino Superior

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para violino e electrónica (até 4 canais), com duração máxima de 10 minutos. 
  • A peça será interpretada pela solista do Ensemble DME, Beatriz Costa.
  • Data limite de inscrição: 1 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/SJoQbrQB2pZ38hdW9


Em caso de dúvidas, contactar o email: producao.dme@gmail.com

Mais informações aqui.

Em breve...

Festival de Música Contemporânea de Évora
3 a 5 de Novembro de 2023


O Festival de Música Contemporânea de Évora está de regresso! Tem curadoria do Projecto DME, em parceria com a Câmara Municipal de Évora e a Escola de Artes da Universidade de Évora. Nestes mesmos moldes, o festival contou já com uma edição em 2021. Este ano, realiza-se entre 3 e 5 de Novembro, e dedicar-se-á às ligações entre a música e a performatividade em palco.

O Ensemble DME estreará uma obra de Gerhard Stäbler e Kunsu Shim, que estarão presentes no Festival, encomendada pelo Projecto DME para esta ocasião.

Conta-se ainda com os recitais a solo da pianista Ana Telles e do jovem percussionista Paulo Amendoeira, e de dois ensembles de renome: Vertixe Sonora (Espanha) e ars ad hoc (Portugal). Este último estreará uma obra para quarteto de cordas de Mariana Vieira, compositora também em destaque neste festival, com a sua obra para coro e electrónica "Coro dos Pequenos Cidadãos", a ser apresentada por um coro participativo que junta habitantes locais em palco, com direção musical do Pedro Nascimento e encenação de Jade Cambournac.

Mais informações em breve no nosso site.

Culture and Sustainability Symposium
Lisboa Incomum, 24 a 26 de Novembro de 2023


O "Simpósio Cultura e Sustentabilidade" é coorganizado anualmente pelo Lisboa Incomum e pelo Projeto DME. Contando com seis edições desde 2017 (ano de inauguração do Lisboa Incomum), tem como objetivo fomentar uma discussão interdisciplinar (artística, científica, política) sobre os papéis que as práticas artísticas podem assumir para a consciencialização ambiental, intervindo na discussão sobre temas como a sustentabilidade e a ecologia. Esta discussão é feita entre o público e os convidados do evento através de diferentes tipos de actividades como conferências, concertos e workshops.
À semelhança do ano 2022, a edição deste ano é também co-organizada pelo CCMAR - Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve e está de regresso de 24 a 26 de Novembro, no espaço Lisboa Incomum. Conta também com a curadoria de Guilherme Santos.

Mais informações em breve no nosso site.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp

Facebook
Instagram
Website

Setembro 2023


As merecidas férias de Verão encerram, e o Projecto DME e o Lisboa Incomum dão as boas vindas ao outono com uma série de eventos especiais.

A primeira semana do mês é marcada por mais uma residência integrada no Ciclo de Residências Artísticas DME, desta vez no Lisboa Incomum, reunindo os músicos Philippe Trovão e Mariana Dionísio com o compositor António de Sousa Dias, para a criação de uma nova obra, a estrear no dia 8 de Setembro. 

Destacamos a co-produção do Lisboa Incomum / Projecto DME com a Fundação Calouste Gulbenkian de um espetáculo no âmbito de Engawa, a temporada de arte contemporânea japonesa. O Ensemble DME interpreta uma série de obras da artista e compositora Mieko Shiomi, com direcção artística e musical de Jaime Reis, no dia 9 de Setembro. 

Por fim, o Lisboa Incomum receberá Transition Zone, um trio composto por Fred Lonberg-Holm, Abdul Moimême e Carlos Santos, num concerto de apresentação do seu primeiro disco no dia 22 de Setembro. 


Bom regresso!

Ilusões Sonoras | Philippe Trovão e Mariana Dionísio + António de Sousa Dias
Lisboa Incomum | 8 Setembro 2023, 19h30


O saxofonista Philippe Trovão e a soprano Mariana Dionísio juntam-se em residência artística com o compositor António de Sousa Dias no espaço Lisboa Incomum, integrada no Ciclo de Residências Artísticas DME, onde será estreada uma nova obra encomendada pelo Projecto DME.

A apresentação final da residência será no Lisboa Incomum, a 8 de Setembro de 2023, pelas 19h30. A entrada é gratuita mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com


Programa:
Jean-Claude Risset: Voilement, para saxofone tenor e electrónica
Jean-Claude Risset: Saxtractor, para saxofone tenor, soprano e electrónica
António de Sousa Dias: Trois Chansons Inachevées, para soprano, saxofone tenor e electrónica
António de Sousa Dias: nova obra*

*estreia absoluta, encomenda Projecto DME


Mais informações aqui.

From the Endless Box: obras de 1999 a 2023, por Mieko Shiomi – I & II
Fundação Calouste Gulbenkian
9 de Setembro 2023


From the Endless Box: obras de 1999 a 2023 é um extenso programa de eventos dedicado à artista e compositora Mieko Shiomi (Okayama, 1938), figura-chave do movimento Fluxus, tanto no Japão como nos EUA.

Para um maior conhecimento desta figura emblemática da arte japonesa, será exibido, nos dias 9 e 10 de setembro, o documentário Entrevista com a artista Mieko Shiomi (2011), que acompanha a vida e o percurso artístico desta artista, evidenciando a sua estreita relação com o movimento Fluxus.

O programa, apresentado em dois momentos – um na escadaria principal e outro no Auditório 2 –, inclui versões revistas de obras da década de 1990 até composições mais recentes, com direção artística de Jaime Reis e participação de músicos locais. É possível adquirir um passe que inclui o ciclo completo de performances.


Parte I: Escadaria principal, 20h30 (+ info)
Programa:
Falling Event for a Pianist: Pf, Nar 2022
Direction Music for a Pianist No.5: Pf 2023
Anagram: Pf, Nar, Perc 2022
An Incidental Story on the Night of a Lunar Eclipse: Pf, Cl, Nar, Perc 1999/2023

Parte II: Auditório 2, 21h40 (+ info)
Programa:
Harmonic Series 2023
Diffused Reflection 2023
Clusters and Reverberation 2022/2023
About Extinct Birds 2022/2023
Laughter, Warble and Vocalize 2023
Glacier and Quetzal 2019/2023
Albatross 2021/2023
Animated Shadows 2002/2023
Direction Event 2012/2023
Multidimensional Rondo 2019/2023

Bilhete para cada parte: 6,00 €
Pack para Parte I & II: 10,00 €

Co-produção: Lisboa Incomum/Projecto DME
Jaime Reis, Direcção Artística
Beatriz Costa, Produção
Live Arts CAM, Produção

Parte I:
Inês Lopes, Piano
Carlos Silva, Clarinete
Aldovino Munguambe, Percussão
Rui Baeta, Narrador
Manon Marques, Narrador
Joana Manuel, Narrador


Parte II:
Yuiko Hasegawa, Piano
Carlos Silva, Clarinete e Performer
Aldovino Munguambe, Percussão e Performer
Sara Afonso, Soprano e Performer
Armando Possante, Barítono e Performer
Rui Baeta, Performer
Manon Marques, Performer
Joana Manuel, Performer
Inês Lopes, Performer
Jaime Reis, “Operador de Endless Box”, Direcção Musical

Transition Zone | Fred Lonberg-Holm + Abdul Moimême + Carlos Santos
Lisboa Incomum
22 de Setembro 2023, 19h30


O Lisboa Incomum recebe Transition Zone, composto pelo músico norte-americano, Fred Lonberg-Holm (violoncelo e eletrónica) mais os Lisboetas, Abdul Moimême (guitarra elétrica) e Carlos Santos (eletrónica). O trio vem apresentar o seu primeiro registo discográfico, Transition Zone, que, como o nome indica, trata-se de um projecto que pretende explorar fronteiras, transgredindo os seus limites; espécie de emigração a salto, na procura de novos horizontes estéticos, nos territórios do jazz contemporâneo e da improvisação livre.

A entrada é livre, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Mais informações aqui.

A aproximar-se...

Concurso Nano Músicos Electroacústicos


Relembramos que continuam abertas as inscrições para a 12ª edição do Concurso Nano Músicos Electroacústicos para jovens compositores interessados em compor peças para instrumento e electrónica.

Este ano contamos com duas categorias distintas: 

Categoria Ensino Artístico Especializado

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para instrumento e electrónica, com duração entre 2 e 5 minutos.
  • A peça será interpretada pelos próprios compositores, com auxílio técnico da equipa do Projecto DME.
  • Data limite de inscrição: 27 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/Yp79xvdiC85Fbcf29

Categoria Ensino Superior

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para violino e electrónica (até 4 canais), com duração máxima de 10 minutos. 
  • A peça será interpretada pela solista do Ensemble DME, Beatriz Costa.
  • Data limite de inscrição: 1 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/SJoQbrQB2pZ38hdW9


Em caso de dúvidas, contactar o email: producao.dme@gmail.com

Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp

Facebook
Instagram
Website

Agosto 2023


O mês de Agosto traz em destaque o início do ciclo anual de Residências Artísticas, a realizar-se na cidade de Seia.

A Casa Municipal da Cultura de Seia será a casa de acolhimento de três residências que juntam intérpretes e compositores para a criação de novas obras e recitais nos dias 11 e 18.

O Ensemble DME estará em digressão no Brasil, com uma série de concertos com música contemporânea portuguesa e brasileira.

A equipa DME deseja-vos umas boas férias de Verão!

A Diáspora | Inérzio Macome + Luís Salgueiro
Casa Municipal da Cultura de Seia 
11 de Agosto 2023, 18h30


O violoncelista Inérzio Macome e o compositor Luís Salgueiro estarão em residência artística na Casa Municipal da Cultura de Seia, entre os dias 7 e 11 de Agosto de 2023. Esta residência assentará sobre a temática “Diáspora”, a partir das notas de programa de uma das peças que integrará o concerto final da residência, “Refúgio”, de Rodolfo Valente.

A apresentação final realizar-se-á na Casa Municipal da Cultura de Seia, no dia 11 de Agosto, pelas 18h30 e será seguida de uma conversa com os artistas, na qual o público será convidado a participar.


Programa:
Rodolfo Valente: Refúgio, para violoncelo e electrónica
João Pedro Oliveira: Singularity, para violoncelo e electrónica
Luís Salgueiro: nova obra*
Paul Hindemith: Sonata Op.25 No.3 (1º andamento), para violoncelo solo
J. S. Bach: Suite nº1 (Sarabanda), para violoncelo solo

*estreia absoluta, encomenda Projecto DME


Mais informações aqui.

Música que Diz | Clara Saleiro + Patrícia Almeida
Casa Municipal da Cultura de Seia
18 de Agosto 2023, 18h30


Na semana de 14 a 18 de Agosto, a Casa Municipal da Cultura de Seia acolhe a flautista Clara Saleiro e a compositora Patrícia Almeida para uma residência intitulada "Música que Diz", que incidirá sobre a exploração de formas de teatro musical sonoro.

A residência culminará numa apresentação final, no dia 18 de Agosto pelas 18h30, no Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia, e será seguida de uma conversa com as artistas em residência.

Programa:

Christina Kubisch: Emergency solos (1974/75) [ca. 30]
para flauta
Pedro Berardinelli: para por [ca.  6'30'']
para flauta baixo solo (2018/19)
Patrícia Sucena de Almeida: Oscillum (oscillare-ondular, sacudir) - Lux oculos eius vulneravit (2023)*

*estreia absoluta, encomenda Projecto DME

Mais informações aqui.

Incorrespondência | Andrea Conangla e Manuela Ferrão + Sofia Borges
Casa Municipal da Cultura de Seia
18 de Agosto 2023, 18h30

 

A soprano Andrea Conangla e a violoncelista Manuela Ferrão estarão em Residência Artística com a compositora Sofia Borges. A residência "Incorrespondência" focar-se-á no heterónimo feminino de Fernando Pessoa - Maria José.

No dia 18 de Agosto será estreada a nova peça, encomenda do Projecto DME, e seguir-se-á uma conversa com o público, com lugar na Casa Municipal da Cultura de Seia.

A entrada é gratuita.


Mais informações aqui.

Música em Liberdade
Ensemble DME | Digressão no Brasil

 

O Ensemble DME estará em digressão pelo Brasil, levando programas de concerto às cidades de Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro, com foco na música contemporânea portuguesa e brasileira. 

Um dos espetáculos partirá das obras musicais CDE de Jorge Peixinho (1940-1995) e A Casa do Cravo de Carlos Marecos (1963) como ponto de partida para uma reflexão sobre o contexto político de dois períodos marcantes da história recente de Portugal.
Em destaque estará ainda repertório de música de câmara de compositores do Brasil e de Portugal.
A digressão contará também com recitais dedicados a música acusmática e a música para violino solo e com electrónica.

Carlos Silva, Clarinete
Beatriz Costa, Violino
Miguel Rocha, Violoncelo
Alex Waite, Piano
Delia Ramos, Direcção Musical 
Jaime Reis, Direcção Artística
Caio Rodrigues, Direcção Técnica


Mais informações aqui.

E ainda...

Concurso Nano Músicos Electroacústicos


Relembramos que continuam abertas as inscrições para a 12ª edição do Concurso Nano Músicos Electroacústicos para jovens compositores interessados em compor peças para instrumento e electrónica.

Este ano contamos com duas categorias distintas: 

Categoria Ensino Artístico Especializado

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para instrumento e electrónica, com duração entre 2 e 5 minutos.
  • A peça será interpretada pelos próprios compositores, com auxílio técnico da equipa do Projecto DME.
  • Data limite de inscrição: 27 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/Yp79xvdiC85Fbcf29

Categoria Ensino Superior

  • Cada candidato/a deve compor uma peça para violino e electrónica (até 4 canais), com duração máxima de 10 minutos. 
  • A peça será interpretada pela solista do Ensemble DME, Beatriz Costa.
  • Data limite de inscrição: 1 de Novembro de 2023

Formulário: https://forms.gle/SJoQbrQB2pZ38hdW9


Em caso de dúvidas, contactar o email: producao.dme@gmail.com

Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp


Facebook
Instagram
Website

Julho 2023


O mês de Julho traz-nos um dos eventos mais especiais do ano: a International Summer School for Composers 2023!

Neste âmbito, o Lisboa Incomum receberá jovens compositores de vários pontos do mundo (Turquia, China, Japão, Argentina, França, Taiwan e Singapura) e também de Portugal. Os tutores do evento serão Bertrand Chavarria-Aldrete (guitarra), Éric-Maria Couturier (violoncelo) e Jaime Reis (composição). 

Finalmente, será apresentado o projecto "Performance Electroacústica Comunitária" num concerto intimista na Casa de Santa Isabel, no dia 28 de Julho.

Bom Verão!

International Summer School for Composers
Lisboa Incomum | 6 a 10 de Julho 2023


[PT] Está a chegar a 3ª edição da International Summer School for Composers, de 6 a 10 de Julho de 2023, com a qual irão colaborar com os talentosos músicos Éric-Maria Couturier (violoncelista do Ensemble Intercontemporain) e Bertrand Chavarria-Aldrete (guitarrista, artista visual e compositor que estreou mais de 90 peças contemporâneas como intérprete). Este ano, o tutor de composição será Jaime Reis (Portugal), que dará aulas individuais e em grupo aos alunos. 

Durante esta semana, a Summer School conta com uma programação de conferências e concertos abertas ao público.

As conferências com Jaime Reis, Bertrand Chavarria-Aldrete e Éric-Maria Couturier são abertas ao público, e requerem inscrição prévia, com um custo de 20 euros cada e, caso a inscrição seja feita em todas as conferências, o custo total é de 50 euros. A nossa equipa entrará em contacto para proceder ao pagamento assim que recebermos a inscrição. 


Formulário de inscrição nas conferências: https://forms.gle/oDCoYcPzfFFAFpPz9

Ambos os concertos, no domingo, dia 9 de Julho, e segunda-feira, dia 10 de Julho, pelas 19h30, são gratuitos, mediante reserva de lugar para o email lisboaincomum@gmail.com


[ENG] The 3rd edition of the International Summer School for composers is coming, with which will collaborate with talented musicians Éric-Maria Couturier (cellist of Ensemble Intercontemporain) and Bertrand Chavarria-Aldrete (guitar player, visual artist and composer who premiered more than 90 contemporary pieces as a performer). This year, the composition tutor will be Jaime Reis (Portugal), who will give group and individual lessons to the students.

During this week, the Summer School has a programme of conferences and concerts open to the public.

The conferences with Jaime Reis, Bertrand Chavarria-Aldrete and Éric-Maria Couturier are open to the public, and require prior registration, at a cost of 20 euros each and, if you register for all the conferences, the total cost is 50 euros. Our team will contact you to make the payment as soon as we receive the registration.

Conference registration form: https://forms.gle/oDCoYcPzfFFAFpPz9
Deadline for conference registration: 3 July 2023

Both concerts, on Sunday 9 July and Monday 10 July at 7.30pm, are free of charge, subject to booking a place by emailing lisboaincomum@gmail.com

 

Programa / Programme:

5ª Feira / Thursday, 6.07.2023
18:00 - Conferência com Jaime Reis / Conference with Jaime Reis

6ª Feira / Friday, 7.07.2023
18:00 - Conferência com Bertrand Chavarria-Aldrete / Conference with Bertrand Chavarria-Aldrete

Sábado / Saturday, 8-07.2023
18:00 - Conferência com Éric-Maria Couturier / Conference with Éric-Maria Couturier

Domingo / Sunday, 9.07.023
19:30 - Concerto com Éric-Maria Couturier, Bertrand Chavarria-Aldrete e Jaime Reis/ Concert with Éric-Maria Couturier, Bertrand Chavarria-Aldrete & Jaime Reis

2ª Feira / Monday, 10.07.2023
19:30 - Concerto dos estudantes da Summer School / Summer School Students Concert com / with Éric-Maria Couturier & Bertrand Chavarria-Aldrete


Mais informações aqui / More information here.

Residência III + Concerto Final
Performance Electroacústica Comunitária

23-28 Julho 2023 - Casa de Santa Isabel, Seia


"Performance Electroacústica Comunitária" é um projecto de periodicidade anual que procura realizar um trabalho que crie ligações entre arte e terapia, fomente a empatia interpessoal e promova a acessibilidade à participação artística através do desenvolvimento de um projecto comum, este ano mediado artisticamente por Nuno Veiga (actor/artista multidisciplinar), Yola Pinto (bailarina e coreógrafa) e a equipa DME (coordenação musical).

Os participantes são os companheiros da Casa de Santa Isabel (Seia), uma comunidade terapêutica para adolescentes e adultos com necessidades especiais, e alunos do Collegium Musicum - Conservatório de Música de Seia dos pólos das escolas básicas e secundárias de Seia, Oliveira do Hospital, Gouveia e Nelas. 


Entre 23 e 28 de Julho decorrerá a última residência artística de Nuno Veiga e Yola Pinto no âmbito deste projecto, na Casa de Santa Isabel.

A residência encerrará com a apresentação final do concerto no dia 28 de Julho, na Casa de Santa Isabel (sessão não aberta ao público).

Apoio: Hostel Criativo do Sabugueiro

E ainda...

Quarteto de Cordas Ritornello
Collegium Musicum - Conservatório de Música de Seia 
3 Julho 2023 - 16h


O Projecto DME acolheu o concerto do Quarteto de Cordas Ritornello no Auditório do Conservatório de Música de Seia, integrado num ciclo de Concertos de Música Contemporânea do quarteto, no dia 3 de Julho de 2023.

O repertório contou com obras de João Pedro Oliveira, Amílcar Vasques-Dias, Ana Magalhães, Sara Carvalho e Hugo Vasco Reis.


Mais informações aqui.

Lançamento de CD - colecção melographia portugueza n.º 27
Lisboa Incomum
17 Julho 2023 - 19h30


O Lisboa Incomum irá acolher o lançamento do CD "Figurações", editado pelo MPMP, com obras de Filipe Pires:

"Escritas entre 1968 e 2001, o ciclo Figurações de Filipe Pires marca não só por representar um vasto período na produção do compositor, mas também por patentear uma elaboração pessoal de várias técnicas basilares da música da segunda metade do século XX, num espectro cujos extremos se situam entre o serialismo e a obra aberta. Na esteira de obras paradigmaticamente idiomáticas da escrita para instrumento solo, como são as Sequenza de Luciano Berio, Filipe Pires explora assim características possibilidades de cada dos instrumentos abordados. Em número de nove, oito das Figurações são tratadas solisticamente – flauta, piano, harpa, saxofone, marimba, guitarra, fagote e clarinete –, dando-se no terceiro número, o mais radical do ciclo, a particularidade de exploração de dois pianos, socorrendo-se maioritariamente do interior do instrumento, adentro do hoje comummente denominado de técnicas "alargadas” ou, melhor se preferindo, experimentais."
(Pedro Junqueira Maia)

Lançamento de CD - colecção melographia portugueza n.º 27
momento musical com obras de Filipe Pires
Miguel Costa, clarinete
Philippe Marques, piano
Salomé Pais Matos, harpa

Evento gratuito, mediante reserva de lugar para o email lisboaincomum@gmail.com.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp
Facebook
Instagram
Website

Junho 2023


Em Junho, preparamos o Verão que se aproxima!

No dia 16 de Junho, acolhemos o ensemble português Electroville Jukebox, dedicado à música contemporânea, experimental e improvisada, com um programa repleto de estreias de música portuguesa.

Já entre 12 e 15 de Junho, o artista Nuno Veiga e a nossa equipa voltam a Seia, para a segunda residência artística na Casa de Santa Isabel e no Conservatório de Música de Seia, onde se irá dar continuidade à preparação do nosso projecto conjunto.

Esperamo-vos por cá!

Electroville Jukebox
Lisboa Incomum | 16 Junho 2023, 19h30


O Lisboa Incomum recebe Electroville Jukebox, um ensemble dedicado à música contemporânea, experimental e improvisada. A sua formação é variável, tendo como base a combinação de instrumentos acústicos (saxofone e percussão), eléctricos (guitarra eléctrica) e digitais (sintetizadores & max).
Com o objectivo de fomentar e divulgar a criação musical, com um foco particular na música de compositores portugueses da actualidade, pretende ser um espaço de experimentação e colaboração aberto a criadores e performers. A sua estreia foi em Maio de 2018 no TEMPO - Teatro Municipal de Portimão, no concerto inaugural do Sax@Sul - IIº Encontro de Saxofone do Algarve. 

O programa contará com estreias de Ricardo Ribeiro, Rodrigo Pires de Lima e José Grossinho, e ainda a obra "Static on my fingers" de Igor C. Silva.

Entrada gratuita mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com


Mais informações aqui.

Residência II
Performance Electroacústica Comunitária

12-16 Junho 2023 | Casa de Santa Isabel, Seia


"Performance Electroacústica Comunitária" é um projeto de periodicidade anual que procura realizar um trabalho que crie ligações entre arte e terapia, fomente a empatia interpessoal e promova a acessibilidade à participação artística através do desenvolvimento de um projeto comum, este ano mediado artisticamente por Nuno Veiga (actor/artista multidisciplinar), Yola Pinto (bailarina e coreógrafa) e a equipa DME (coordenação musical).

Os participantes são os companheiros da Casa de Santa Isabel (Seia), uma comunidade terapêutica para adolescentes e adultos com necessidades especiais, e alunos das Escolas Básicas e Secundárias de Seia, Oliveira do Hospital, Gouveia e Nelas. 


Entre 12 e 16 de Junho decorrerá a segunda residência artística de Nuno Veiga no âmbito deste projecto, na Casa de Santa Isabel.

Apoio: Hostel Criativo do Sabugueiro

Ainda em destaque...

Geração Incomum | Instalação Sonora
Lisboa Incomum | 31 Maio 2023, 10h30


"Geração Incomum" é um projeto das estudantes finalistas da Licenciatura em Mediação Artística e Cultural Catarina Pereira e Catarina Alves, no âmbito da Unidade Curricular de Projeto de Intervenção em Mediação Artística e Cultural III, na Escola Superior de Educação de Lisboa. Conta com a participação dos associados da Associação para o Desenvolvimento e Apoio Social do Bairro do Rego. 

Na 4ª feira, dia 31 de Maio, pelas 10h30, foi inaugurada uma Instalação Sonora, "O som do ADAS-BR", no espaço Lisboa Incomum, fruto das sessões participativas do projeto Geração Incomum.

A instalação estará disponível para visitas até 14 de Junho.

Mais info aqui.

Participantes Selecionados
International Summer School for Composers
Lisboa Incomum | 6 a 10 de Julho de 2023

O Projecto DME e o Lisboa Incomum têm o enorme prazer de anunciar os participantes selecionados para a International Summer School, a decorrer entre 6 e 10 de Julho de 2023:

Ada Dinçer (Turquia)
Daiwei Lu (China/Japão)
Damian Gorandi (Buenos Aires, França)
Heng Chen (Taiwan/França)
Hibiki Mukai (Japão/Portugal)
João Moreira (Portugal/Reino Unido)
Lin Ssu-Ting (Taiwan/Singapura)
Shin Mizutani (Japão)

Os jovens compositores irão colaborar com os talentosos músicos Éric-Maria Couturier, violoncelista, e Bertrand Chavarria-Aldrete, guitarrista, sob a tutoria do compositor Jaime Reis. 

Mais info aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   

Facebook
Instagram
Website

Maio 2023


O mês de Maio abre com a participação do Ensemble DME no festival SoundSpaces 2023, em Malmö, na Suécia, onde serão interpretadas obras de compositores contemporâneos portugueses.

De volta ao Lisboa Incomum, no sábado, dia 20 de Maio, recebemos dois concertos: Alex Waite, num recital de piano solo pelas 18h30, e Dejana Sekulic, pelas 20h, com um concerto dedicado a repertório para violino e electrónica que resulta da residência artística realizada nessa mesma semana, que inclui uma estreia de uma nova encomenda ao compositor Luís Neto da Costa.

No final do mês, apresentamo-nos no Teatro do Bairro Alto, em Lisboa, no âmbito do seu projecto "Escuta Cruzada". O espectáculo "Constelações Acusmáticas", contará com a participação especial de Annette Vande  o Ensemble DME e a compositora Annette Vande Gorne.

Será um mês de actividades muito especiais na nossa programação de 2023!

Contamos convosco!

Ensemble DME em Malmö, Suécia
Festival SoundSpaces 2023

Teatro Palladium, 6 de Maio de 2023

 

O Ensemble DME leva um programa de música contemporânea portuguesa à cidade de Malmö, na Suécia, no âmbito do festival SoundSpaces 2023, organizado pelo colectivo Hertzbreakerz. O evento realizar-se-á no Teatro Palladium, no dia 6 de Maio de 2023, pelas 19h30 (hora local).

Programa:

João Pedro Oliveira: Timshel, para ensemble e electrónica
Ângela Lopes: Gárgulas d'Arga
para ensemble e electrónica
Mariana Vieira: Retracementpara ensemble e electrónica
António Sousa Dias: Mise-en-page #2para ensemble e electrónica
Jaime Reis: Sangue Inverso: Rosa do Deserto, para ensemble

Equipa artística e técnica:
Alex Waite, piano
Beatriz Costa, violino
Carlos Silva, clarinete
Marina Camponês, flauta
Ângela Carneiro, violoncelo
Mariana Vieira, electrónica
Jaime Reis, direcção artística
Rita Castro Blanco, direcção musical


Mais informações aqui.

Alex Waite | Piano solo
Lisboa Incomum | 20 Maio 2023, 18h30


O Lisboa Incomum recebe o pianista do Ensemble DME, Alex Waite, para um concerto a solo, no dia 20 de Maio, pelas 18h30. Neste recital, será estrada uma obra do compositor residente em Hamburgo, Michael Maierhof, que integra o ciclo splitting.

Programa:

Michael Maierhof: Splitting 45.1*, Piano e Electrónica
Morton Feldman: Palais de Mari, Piano Solo
Annesley Black: a piece that is a size that is recognised as not a size but a piece, Piano Solo

*estreia mundial


Entrada gratuita, mediante reserva para o email lisboaincomum@gmail.com.
Mais informações aqui.

Residência Artística | Lisboa Incomum
Dejana Sekulić e Luís Neto da Costa
Concerto - 20 Maio 2023, 20h


O compositor Luís Neto da Costa e a violinista Dejana Sekulić juntam-se no Lisboa Incomum de 17 a 21 de Maio para uma residência artística onde irão trabalhar uma nova criação do compositor, encomenda do Projecto DME. Esta obra será estreada no recital violin+ no dia 20 de Maio de 2023, pelas 20h. 

A entrada para o concerto é gratuita, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com


Programa:

João Pedro Oliveira: Magma (2014), para violino e electrónica
Dejana Sekulic: Pathways (2022), partitura em vídeo ao vivo para intérprete, com ou sem instrumento
Isabel Soveral: Anamorphoses III (1995), para violino e electrónica
Johannes Kreidler: >Music-19< #17 (2020), partitura gráfica, interpretação no violino, electrónica e vídeo
Johannes Kreidler: BOW (2020), para violino, playback, e vídeo
Luis Neto da Costa: Shades of White (2023)*, para violino e electrónica

* estreia absoluta, encomenda Projecto DME


Mais informações aqui.

Constelações Acusmáticas
Ensemble DME e Annette Vande Gorne

Teatro do Bairro Alto | 27 Maio 2023, 19h30

 

O Projecto DME tem o prazer de anunciar o espectáculo "Constelações Acusmáticas" no Teatro do Bairro Alto, com o Ensemble DME e a compositora convidada Annette Vande Gorne. Será no sábado, dia 27 de Maio de 2023, pelas 19h30. O concerto será inserido no ciclo do TBA Escuta Cruzada.


Programa:

Marta Domingues (2000): Instantes**, acusmática (2022)
Philippe Hurel (1955): Eolia, para flauta solo (1984)
Pedro Junqueira Maia (1971): música ñ permitida*, para recitante e sons pré-gravados (2023)*
Annette Vande Gorne (1946) / Kamal Ben Hameda (1954): Fragments de lettre à un habitant du Centre, acusmática (2002)

* Estreia absoluta. Encomenda DME.
** Estreia em Portugal


Equipa artística e técnica:
Annette Vande Gorne e Marta Domingues, espacialização
Mafalda Carvalho, flauta
Sónia Correia, recitante
Jaime Reis, direcção artística
Mariana Vieira, direcção executiva
Caio Rodrigues, direcção técnica
Cristóvão Almeida, assistente técnico


Sobre a bilheteira:
Preço Bilhete duplo: 12 eur.
Bilhete por concerto: 6 eur. (integrado no Passe Cultura, apenas disponível na Bilheteira do TBA)
Sala Principal do Teatro do Bairro Alto
Duração 50 min. + 50 min. (com intervalo)


Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   
Facebook
Instagram
Website

Abril 2023


Neste mês, o Festival Imersivo regressa ao Lisboa Incomum. Dedicado à música acusmática, a programação conta com seminários de composição, uma instalação sonora e concertos nos sistemas em forma de cúpula do nosso espaço.

Após a primeira edição em fevereiro de 2022, a edição deste ano traz consigo três compositores consagrados internacionalmente - Annette Vande Gorne (BE), Jonty Harrison (UK) e Daniel Teruggi (ARG/FR), e ainda a um espectáculo multidisciplinar com coreografia de Ângelo Cid Neto e Mariana Dias, da associação Sentidos Ilimitados. Contamos ainda com a participação do compositor português Carlos Caires e da artista Dullmea.


Até breve!

Festival Imersivo 2023
Lisboa Incomum | 14 a 17 de Abril de 2023


Em 2023, o Projecto DME apresenta a 2ª edição do Festival Imersivo, um evento anual dedicado à música electroacústica que coloca em destaque os dois sistemas de som em forma de cúpula do espaço Lisboa Incomum. Trata-se de um sistema constituído por colunas dispostas no espaço, envolvendo a audiência numa cúpula, permitindo uma percepção profunda do parâmetro Espaço em Música, numa imersão de um fluxo de sons e movimentos.

Este ano, destacam-se os compositores Daniel Teruggi, Annette Vande Gorne e Jonty Harrison, que darão concertos e seminários de composição de música acusmática. Também o compositor português Carlos Caires fará uma apresentação da versão mais recente do seu software IRIN, e o Lisboa Incomum receberá a instalação sonora da artista Dullmea. No último dia do festival, os bailarinos Ângelo Cid Neto e Mariana Dias, da associação Sentidos Ilimitados, convidam-nos a experienvciar uma nova coreografia criada a partir de três obras dos compositores convidados

Programa:

Dia 14 de Abril
Seminário I (1oh - 13h): "A Arte de Combinar os Sons", Daniel Teruggi 
Concerto (19h30): Obras de Daniel Teruggi

Dia 15 de Abril
Seminário II (1oh - 13h): "Percepção, Imaginação, Espaço e relação com o passado na música acusmática", Annette Vande Gorne
Concerto (19h30): Obras de Annette Vande Gorne

Dia 16 de Abril
Seminário III (1oh - 13h): "Viagens no tempo e no espaço - à volta do mundo em 60 minutos", Jonty Harrison
Concerto (19h30): Obras de Jonty Harrison

Dia 17 de Abril
Seminário IV (1oh - 13h): Apresentação software IRIN com Carlos Caires
Performance multidisciplinar (19h30): Ângelo Cid Neto e Mariana Dias | Música de Annette Vande Gorne, Daniel Teruggi e Jonty Harrison

Instalação Sonora | Dullmea
Disponível para visita a partir de dia 10 de Abril, entre as 10h e as 17h.
Durante o Festival Imersivo, de 14 a 17 de Abril, as visitas serão entre as 14h e as 16h.


Todos os concertos são gratuitos, mediante reserva para o email lisboaincomum@gmail.com.

Os seminários de composição com os quatro compositores requerem inscriçãoprévia, com um custo de 20 euros cada e, caso a inscrição seja feita em todos os seminários, o custo total é de 60 euros. A nossa equipa entrará em contacto para proceder ao pagamento assim que recebermos a inscrição.


Formulário de inscrição nos Seminários de Composição:https://forms.gle/HV7V76YSB2o56PVh9

Mais informações e programa completo aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   
Facebook
Instagram
Website

Março 2023


O mês de Março traz a Primavera, e, consigo, um concerto de improvisação e um Festival de Piano ao Lisboa Incomum. Teremos ainda um concerto do Ensemble DME na Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito da Exposição "Révolutions Xenakis" do Centro de Arte Moderna.

O nosso espaço receberá no dia 14 de Março o colectivo  a r I r a para uma performance improvisada. Já os pianistas Diana Botelho Vieira, André Cardoso, e o também compositor Sérgio Azevedo serão os intérpretes em destaque no Festival de Piano entre os dias 16 e 18 de Março.

No dia 26 de março, o Ensemble DME dará um concerto intitulado "Arquitectura dos Sons", com obras de Iannis Xenakis e dos portugueses Ângela Lopes, Cândido Lima e Diogo Alvim na Fundação Calouste Gulbenkian – Sala do Foyer, com a primeira sessão às 16h e a segunda às 17h30.

Atenção: abriram as candidaturas para a International Summer School for Composers 2023, que se realizará de 6 a 10 de Julho - mais informações no corpo da newsletter.

Feliz Primavera! 🌸

a r I r a: Concerto para Piano, Voz e Panela
Lisboa Incomum | 14 de Março de 2023

O Lisboa Incomum acolhe o projecto de Filipe Sousa, Kate Smith e Nuno Veiga, a r I r a, para um concerto de música improvisada sob o título "Concerto para Piano, Voz e Panela".

a r I r a é um coletivo de música exploratória, criado em Londres em 2018, onde a improvisação é o ponto de partida para as suas performances.

Filipe Sousa, Piano
Kate Smith, Voz
Nuno Veiga, Panela


Entrada gratuita para todos os eventos mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Mais informações e programa completo aqui.

Festival de Piano 2023
Lisboa Incomum | 16 a 18 de Março de 2023

O Projecto DME e o Lisboa Incomum apresentam um novo evento dedicado a música para piano solo e com electrónica. Durante três dias, receberemos três concertos, pelas mãos de Diana Botelho Vieira, Sérgio Azevedo e André Cardoso.

16 de Março, 21h
Diana Botelho Vieira | Crossing Paths

17 de Março, 21h
Sérgio Azevedo | Sérgio Azevedo Toca Sérgio Azevedo

18 de Março, 21h
André Cardoso | Adestro 21


Entrada gratuita para todos os eventos mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Mais informações e programa completo aqui.

Arquitectura dos Sons | Ensemble DME
Fundação Calouste Gulbenkian – Sala do Foyer
26 de março 2023 | 16h e 17h30


Sinopse

Concerto-instalação que apresenta a obra «Bohor» de Iannis Xenakis, numa primeira audição em Portugal, e as obras de três compositores portugueses contemporâneos que tecem relações com o legado do compositor grego, em exposição na galeria de Exposições Temporárias da Fundação Calouste Gulbenkian.

Sessão 1: 16h
Sessão 2: 17h30
Sala do Foyer (Piso 1)


Programa

Iannis Xenakis, Bohor, 1962 (estreia nacional)
Eletrónica 8 canais, 20’

Cândido Lima, ETHNON – Canto do Paraíso, 2010-2012
Piano solo, 16’

Ângela Lopes, Gárgulas d’Arga, 2013
Flauta, clarinete, violino, violoncelo, piano e eletrónica, 10’

Diogo Alvim. Posição Relativa, 2022
Flauta, clarinete, violino, violoncelo e percussão, 10’
Encomenda do Projeto DME (2022)


FICHA ARTÍSTICA
Ensemble DME
Ana Telles, piano
Alex Waite, piano
Beatriz Costa, violino
Carlos Silva, clarinete
Marina Camponês, flauta
Ângela Carneiro, violoncelo
Francisco Cipriano, percussão
Mariana Vieira, eletrónica
Jaime Reis, eletrónica e direcção artística
Rita Castro Blanco, direcção musical


Entrada: 6,00 €.

Mais informações aqui.

Coming soon...

International Summer School for Composers 2023


[ENG] The educational and concert platform for new music DME is announcing the 3rd edition of the International Summer School for composers, with which they will collaborate with talented musicians Éric-Maria Couturier (cellist of Ensemble Intercontemporain) and Bertrand Chavarria-Aldrete (guitar player, visual artist and composer who premiered more than 90 contemporary pieces as a performer).

This event will take place in Lisbon, Portugal, on July 6-10, 2023. Composers regardless of age and residence are welcome to apply.

This year, the composition tutor will be Jaime Reis (Portugal), who will give group and individual lessons to the students.

Deadline for application is April 2nd, 2023.


The tuition fees depend on the following categories:
· Active participation (one individual lesson with the tutor) + Piece Performed: €500,00
· Active participation (one individual lesson with the tutor) + Piece Performed (Acousmatic): €350,00
· Passive participation (possibility to attend all activities, no individual lesson and no piece performed): €150


Application form: https://forms.gle/zdyTrLUAHhMEaVU16

More information here.

--------------------------
 

[PT] A plataforma educacional e de concertos para a nova música DME anuncia a 3ª edição da Escola Internacional de Verão para Compositores, com a qual irão colaborar com os talentosos músicos Éric-Maria Couturier(violoncelista do Ensemble Intercontemporain) e Bertrand Chavarria-Aldrete (guitarrista, artista visual e compositor que estreou mais de 90 peças contemporâneas como intérprete).

Este evento terá lugar em Lisboa, Portugal, de 6 a 10 de Julho de 2023. Os compositores, independentemente da idade e residência, são bem-vindos a concorrer.

Este ano, o tutor de composição será Jaime Reis (Portugal), que dará aulas individuais e em grupo aos alunos.

A data limite para a candidatura é 2 de Abril de 2023.


valor das inscrições dependem das seguintes categorias:
· Participação activa (uma aula individual com o tutor) + Peça Executada: 500,00 euros
· Participação activa (uma lição individual com o tutor) + Peça Executada (Acusmática): €350,00
· Participação passiva (possibilidade de assistir a todas as actividades, nenhuma aula individual e nenhuma peça executada): €150

Formulário de Inscrição: https://forms.gle/zdyTrLUAHhMEaVU16

Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   
Facebook
Instagram
Website

Fevereiro 2023


No mês de fevereiro propomos dois eventos no Lisboa Incomum.

Para o dia 3, sexta-feira, convidámos três compositores brasileiros a dialogar sobre as suas obras e sobre o panorama da criação musical contemporânea no Brasil. Silvio Ferraz, Sergio Kafejian e Paulo Rios Filho estarão à conversa com Jaime Reis e, entre palavras, haverá também espaço para escutar algumas obras. 

No dia 24 será a estreia da obra "Tesselated" de Christopher Bochmann, para piano e electrónica, por Ana Telles. O evento, que terá início pelas 19:30, será inteiramente em torno desta obra encomendada pelo Projecto DME. Após a audição integral da peça, escutaremos o compositor e a intérprete sobre o processo de criação.

Mesa Redonda
Silvio Ferraz, Sergio Kafejian, Paulo Rios Filho

Lisboa Incomum | 3 Fev 2023 | 19h30

"Três compositores brasileiros de diferentes gerações - Silvio Ferraz, Sergio Kafejian e Paulo Rios Filho - conversam sobre seus processos criativos, apresentando obras, ideias, rascunhos, traçados e caminhos composicionais. Apontam, assim, para momentos da música contemporânea brasileira, a partir de suas experiências e experimentos particulares, mas também com relação ao desenho de um quadro mais abrangente da cena nacional, levando em conta a sua atuação em diferentes contextos, no país." Paulo Rios Filho

Entrada gratuita mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com


Mais informações aqui.

Tesselated | Concerto Comentado
Ana Telles, Christopher Bochmann e Carlos Caires
Lisboa Incomum | 24 de fev 2023 | 19h30


A estreia da obra "Tessellated" para piano e electrónica, uma encomenda do projecto DME ao compositor Christopher Bochmann, dar-se-á no Lisboa Incomum no próximo dia 24 de fevereiro de 2023 às 19:30, pelas mãos da pianista e solista do Ensemble DME, Ana Telles.

"Tessellated" é a primeira obra de Christopher Bochmann com recurso a meios electroacústicos, cujo material sonoro deriva directamente dos materiais musicais presentes na parte de piano. A parte electroacústica foi realizada por Carlos Caires, compositor e professor na Escola Superior de Música de Lisboa.

Após a escuta da obra, propomos uma conversa com as pessoas chave no processo criativo desta obra - Ana Telles, Christopher Bochmann e Carlos Caires, que irão partilhar com o público as suas perspectivas do ponto de vista da performance, da concepção musical e da realização da parte electroacústica, respectivamente.

Nas palavras de Christopher Bochmann sobre a obra:
‘A ideia por trás desta peça prende-se com um pianista (um ser) a comentar a si próprio, à sua identidade do passado que não deixa de ser uma lembrança, imperfeita, lenta e algo já gelatinosa. Por cima deste comentário, é feito um novo comentário, um pouco nos mesmos termos. O resultado cria uma textura organizada em camadas, a qual faz lembrar a estrutura de um telhado também estruturado em camadas. A palavra “Tessellated” sugere uma estrutura feita por mosaicos; por sua vez, o mosaico indica algo que, por mais transformação inorgânica possa sofrer, não se prolifera organicamente. É o comentário “orgânico” sobre a lembrança “inorgânica e já confusa”.’

Programa:

Christopher Bochmann - Tesselated, para piano e electrónica

Entrada gratuita mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >> 
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal 

Email Marketing Powered by Mailchimp
Facebook
Instagram
Website

Janeiro 2023


O novo ano de 2023 chega com uma temporada singular para o Projecto DME e o Lisboa Incomum.

No mês de Janeiro, destacamos o evento ESPLORAZIONI, coorganizado com o Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, que nos traz nova música de Itália e Portugal. Teremos obras em estreia mundial do compositor e maestro Valerio Sannicando e do compositor Diogo Alvim. As obras serão interpretadas pelo Ensemble DME, sob a direcção de Valerio Sannicandro, no Museu Nacional de Arte Antiga, no dia 28 de janeiro.


O Lisboa Incomum receberá também o contrabaixista João Madeira, com a apresentação do seu novo CD a solo "Aqui, Dentro", no dia 13 de janeiro.

Contamos com a vossa presença!

Apresentação do CD "Aqui, Dentro"
João Madeira
Lisboa Incomum | 13 Jan 2023 | 19h30


O Lisboa Incomum recebe o contrabaixista João Madeira no dia 13 de Janeiro de 2023, que irá apresentar o seu CD "Aqui, Dentro", editado pela Miso Music e apoiado pela SPA.

A entrada é gratuita, mediante reserva para o email lisboaincomum@gmail.com

"Neste CD, apresento uma composição, dividida por 2 andamentos, para contrabaixo solo, o instrumento que estudo e exploro há já 30 anos. 
Os dois andamentos estão marcados por uma proposta muito "incomum", diferente e inovadora, da experiência de percepção auditiva por parte do ouvinte culto e interessado pela liberdade e pela originalidade. 
A música de "Aqui, Dentro" foi estruturada por forma a fazer o ouvinte percorrer um caminho em forma de uma espiral, por camadas, "mergulhando" no som, numa única nota de música.
...De camada em camada, em direção a um infinito potencial de escuta da(s) música(s) que está dentro do som, ao contrário de se dispersar com os sons dentro da música. 
No geral, a música de "Aqui, Dentro" tem um carácter meditativo, que reclama uma percepção auditiva deveras activa, e cujo plano imediato da escuta remete para uma necessidade de recolhimento individual. "

- João Madeira


Mais informações aqui.

ESPLORAZIONI - Ensemble DME
28 de Janeiro de 2023 | 16h
Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa


O Ensemble DME apresenta-se sob a direcção do maestro e compositor italiano Valerio Sannicandro no Museu Nacional de Arte Antiga de Lisboa, no dia 28 de Janeiro de 2023, pelas 16 horas.

Escutar-se-ão estreias absolutas, da autoria de Valerio Sannicandro e de Diogo Alvim, e ainda obras de Salvatore Sciarrino, Aldo Clementi e Giacinto Scelsi.

O concerto é coorganizado pelo Projecto DME e pelo Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, com o apoio da DGArtes - Ministério da Cultura.

 

Programa:

Salvatore Sciarrino - ESPLORAZIONE DEL BIANCO II (1986)
Aldo Clementi - C.A.G. (1993)*
Giacinto Scelsi - KO-THA (1967) - Three Dances of Shiva (I)
Valerio Sannicandro - TRE NUCLEI ED ECHI (2022) (I)**
Giacinto Scelsi - KO-THA (1967) - Three Dances of Shiva (II)
Valerio Sannicandro - TRE NUCLEI ED ECHI (2022) (II)**
Giacinto Scelsi - KO-THA (1967) - Three Dances of Shiva (III)
Valerio Sannicandro - TRE NUCLEI ED ECHI (2022) (III)**
Diogo Alvim - POSIÇÃO RELATIVA***
Valerio Sannicandro - TACTILE SONGS (2017)* 

* Estreia Nacional
** Estreia Mundial
*** Estreia Mundial, encomenda Projecto DME, com o apoio do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa


Ensemble DME:
Marina Camponês - flauta
Carlos Silva - clarinete
Júlio Guerreiro - guitarra
Beatriz Costa - violino
Ângela Carneiro - violoncelo
Francisco Cipriano - percussão
Valerio Sannicandro - direcção

Entrada gratuita.


Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   
Facebook
Instagram
Website

Dezembro 2022


Este mês estaremos de volta a Seia para o nosso festival anual.
Será entre os dias 18 a 21 de Dezembro, com a presença dos ensembles Sonido Extremo e Borealis, a apresentação da ópera audiovisual de João Pedro Oliveira, o lançamento da edição "Raíz do Som I" e um recital a solo da pianista Ana Telles.


É ainda com grande felicidade que apresentamos algumas novidades para o próximo ano.

A Equipa DME deseja a todos umas boas festas e uma excelente entrada no ano de 2023!

Nova Temporada | Projecto DME


Com o novo ano que se aproxima, é com um enorme prazer que o DME anuncia também uma nova identidade.

Com vinte anos de actividade, agora, sob o título de Projecto DME, renovamos a nossa estrutura, reunindo um plano de actividades com muitas novidades a partir de 2023.


Agradecemos a todos os nossos parceiros e público, que nos têm acompanhado até agora.

Informamos ainda que no dia 18 de Dezembro, Domingo, na nossa Sede no Conservatório de Música de Seia, organizaremos um pequeno convívio que visa celebrar e apresentar o novo projecto aos nossos amigos e parceiros.

Nesse sentido, pedimos a quem deseje estar presente, que confirme a sua presença até ao dia 16 de Dezembro.

Festival DME | 18 - 21 de Dezembro 2022
Casa Municipal da Cultura de Seia


Programa Completo:

18 Dez
16:00 | Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia

Ensemble Sonido Extremo [ES]
18:00 | Conservatório de Música de Seia
Apresentação Projecto 2023
Lançamento da edição Raíz do Som 

19 Dez
19:30 | Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia

Borealis Ensemble [PT]

20 Dez
19:30 | Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia

A 70ª Semana - Ópera Audiovisual de João Pedro Oliveira [PT]

21 Dez
19:30 | Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia
Recital de Piano por Ana Telles [PT]


Entrada gratuita.

Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   


Facebook
Instagram
Website

Novembro 2022


É com muito prazer que destacamos a sexta edição do Simpósio Cultura e Sustentabilidade. Este ano, a organização é realizada em parceria com o Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve e decorrerá nos dias 12 e 13 de Novembro.

A criação musical contemporânea portuguesa continua a ser um eixo prioritário das nossas actividades. No dia 2 de Novembro, acolhemos o concerto do Continuum Duo no Lisboa Incomum, que conta com a estreia de novas obras de três compositores nacionais. Também o Ensemble DME tem estado a circular com o seu concerto "Gerações de compositores portugueses". Em Outubro foi apresentado em Óbidos e, no próximo dia 5 de Novembro, será a vez de Castelo Branco, desta vez com a estreia de duas obras de Sara Carvalho e Dimitris Andrikopoulos.

Esperamos que nos possam acompanhar!

http://www.festival-dme.org/

Continuum Duo
Lisboa Incomum | 2 Novembro 2022 · 19h30


Continuum Duo estreia-se no Lisboa Incomum no dia 2 de Novembro, com um concerto inteiramente de estreias de obras de compositores portugueses encomendadas por este duo, da autoria de Carlos Marecos, Marta Domingues e Diogo Batista.

Violino Beatriz Costa
Contrabaixo Mariana Fernandes
Electrónica Carlos Marecos
Criação e execução de figurinos Carlos Marecos e Irene Teixeira
Concepção cénica e desenho de luz Carlos Marecos


Entrada gratuita. Reservas para lisboaincomum@gmail.com

Apoio institucional: República Portuguesa - Ministério da Cultura

Mais informações aqui.

Ensemble DME · Concerto
Museu Francisco Tavares Proença Júnior
5 de Novembro 2022 · 18h | Castelo Branco


O Ensemble DME apresentar-se-á em Castelo Branco, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior no dia 5 de Novembro, pelas 18h. 

Programa:

Emmanuel Nunes (1941-2012): Degrés (1965), para trio de cordas
Carlos Caires (1968-): Lebhaft (1996), para flauta solo
Jaime Reis (1983-): Inverso Sangue: Granito (2017), para clarinete, violino e violoncelo
Jaime Reis (1983-): Inverso Sangue: Cinábrio (2017), para trio de cordas
Sara Carvalho (1970-): o último poema à cidade (2020), para flauta baixo e clarinete baixo amplificados*
Dimitris Andrikopoulos (1971-): 
Miroloi III (2022), para clarinete e electrónica*

*Estreias absolutas. Encomendas DME.


Entrada gratuita.
 
Ficha Artística:
Mafalda Carvalho, flauta
Carlos Silva, clarinete
Beatriz Costa, violino

Ana Monteverde, violeta
Ângela Carneiro, violoncelo
Cristóvão Almeida e Marta Domingues, electrónica
Jaime Reis, direcção artística

Mais informações aqui.

Culture and Sustainability · Symposium
Lisboa Incomum | 12-13 November 2022


[EN]
It is with great pleasure that Festival DME, Lisboa Incomum and CCMAR announce the Sixth Edition of the Culture and Sustainability Symposium.

The Culture and Sustainability Symposium is co-organized annually by Lisboa Incomum and Project DME. Counting five editions since 2017 (the opening year of Lisboa Incomum), it aims to foster an interdisciplinary discussion (artistic, scientific, political) on the roles that artistic practices can assume for environmental awareness, intervening in the discussion on topics such as sustainability and ecology. This discussion is held between the public and the event's guests through different types of activities such as conferences, concerts and workshops.


All the symposium activities will be held in English and participation requires registration at:

https://forms.gle/kcP6x2Cy8Edbx1GGA

Attendance to conferences and concerts is free, but registration is required.
Attendance to the 2 workshops costs 5€ each. Registration is also required. In case registration is made to all 2 workshops, then the total cost is 8€. Our team will get in touch to proceed with payment once we receive the registration.


Complete program and more information here.

A 70ª Semana - ópera audiovisual
Casa da Cultura de Loulé | 25 Nov, 19h


Espectáculo integrado no Festival Som Riscado 2022.

Ficha Artística:

João Pedro Oliveira, composição
Jaime Reis, espacialização

Sinopse:

O Livro de Daniel é provavelmente um dos textos mais misteriosos da Bíblia. A descrição dos eventos e profecias deste livro incluem assassinato, traição, orgias e tortura. Mas também tem a descrição de diversas profecias muito interessantes e enigmáticas que podem ser interpretadas de várias formas, algumas delas relacionadas com o tempo presente. Instabilidade social, guerra global, extermínio em massa e muitos outros eventos podem ser inferidos através dos escritos proféticos deste jovem.

Esta ópera audiovisual inclui vários eventos da vida de Daniel e seus companheiros, bem como as três principais profecias que eventualmente ainda não foram cumpridas.

A 70ª Semana descrita no livro é uma dessas profecias, e refere-se a um estado de guerra constante, sacrilégio e destruição, que finalmente levará a uma transformação milagrosa do mundo num novo espaço de paz e justiça. Esta profecia é posteriormente retomada no Livro do Apocalipse, na Bíblia.

Tal como sugere a descrição da peça (ópera audiovisual), a ação operática é reinterpretada numa projeção em écran, usando várias imagens e sons gerados por computador, assim como intervenções vocais e movimentos de dança pré-gravados. Algumas das 8 cenas que constituem esta peça são representações imaginadas dos eventos descritos no livro; outras cenas são interpretações simbólicas. Os textos utilizados são transcrições diretas dos textos originais do livro, cantadas em latim, hebraico e aramaico.

A 70ª Semana foi o resultado de uma encomenda do Ministério da Cultura (DGArtes) de Portugal. Teve ainda o apoio do Manitou Fund (USA), mpmp - Património Musical Vivo (Portugal), Universidade de Aveiro (Portugal) e Universidade da Califórnia – Santa Bárbara (USA). Foi composta entre Março de 2021 e Setembro de 2022.

 

Memórias recentes

Concerto · Ensemble DME | FOLIO
"Gerações de compositores portugueses"
8 Outubro 2022 | Óbidos

 

O Ensemble DME apresentou-se em Óbidos, num concerto integrado no FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos. O concerto "Gerações de compositores portugueses" realizou-se no dia 8 de outubro, pelas 19h, no Jardim do Solar da Praça de Santa Maria (Óbidos).
 
Ficha Artística:


Beatriz Costa, violino
Ana Monteverde, violeta
Ângela Carneiro, violoncelo
Caio Rodrigues, informática musical
Jaime Reis, direcção artística


Mais informações aqui.

Internacionalização | STREFA
13 Outubro 2022 · Cracóvia, Polónia


A obra acusmática "The unexpected encounter with diversity" da compositora Mariana Vieira, membro da equipa DME e Lisboa Incomum, foi apresentada no Festival STREFA, organizado pela CIME / ICEM (INTERNATIONAL CONFEDERATION OF ELECTROACOUSTIC MUSIC). O concerto realizou-se na Sala Koncertowa Concert Hall da Akademia Muzyczna im. Krzysztofa Pendereckiego, em Cracóvia, pelas 20h (hora local) do dia 13 de Outubro.

A obra será igualmente incluída no CD Audiomat, compilado pela mesma organização.


Mais informações aqui.

Continuum Duo - Workshop/Concerto
Escola EB 2 3 Guilherme Correia de Carvalho
28 outubro 2022 | Seia


Continuum Duo levou até Seia o programa de novas obras dos compositores Marta Domingues e Clotilde Rosa, na sexta-feira, dia 28 de outubro, pelas 15h30. Beatriz Costa e Mariana Fernandes deram também um workshop de Técnicas Estendidas e Introdução à Música Mista aos alunos do Conservatório de Seia.

Violino Beatriz Costa
Contrabaixo Mariana Fernandes


Apoio institucional: República Portuguesa - Ministério da Cultura

Dejana Sekulic
Temporality of the Impossible
Lisboa Incomum | 29 Outubro 2022


O Lisboa Incomum recebeu a violinista sérvia Dejana Sekulic, que nos trouxe um espetáculo intitulado Temporality of the Impossible. 

Nas palavras da intérprete, "este projecto gira em torno da música recente que explora a extremidade e ambiguidade que emerge nos limites da possibilidade de interpretação do violino contemporâneo." O programa contou com obras de Clara Iannotta, Rebecca Saunders, Cathy Milliken, Liza Lim e Dario Buccino.


Mais informações aqui.

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   


Facebook
Instagram
Website

Setembro 2022


A nossa rentrée é marcada pela residência artística do espectáculo Geometrias do Inelidível, com música e concepção de Jaime Reis e encenação de Nuno Veiga. A estreia será no dia 11 de setembro, pelas 17h, na Casa Municipal da Cultura de Seia.

De regresso ao Lisboa Incomum, recebemos este mês o compositor brasileiro Flo Menezes, para uma masterclass entre os dias 14 e 18, e dois concertos nos dias 15 e 17, pelas 19h30, no espaço Lisboa Incomum.

No dia 23, às 19:30, recebemos Abdul Moimême e Lorena Izquierdo para um concerto de improvisação livre.


O mês termina com uma internacionalização em Viena, Áustria, com Jaime Reis, que será um dos compositores convidados do festival e masterclass Echoes Around Me, com organização de The Acousmatic Project.

http://www.festival-dme.org/

Agenda

Geometrias do Inelidível
Casa Municipal da Cultura de Seia
11 setembro 2022 · 17h


Geometrias do Inelidível é um espectáculo multidisciplinar que envolve Música, Dança, Vídeo e Poesia sob a orientação cénica de Nuno Veiga. Concebido pelo compositor Jaime Reis, o espectáculo parte da teia conceptual da sua obra “Sangue Inverso - Inverso Sangue”, para flauta, clarinete, piano, violino, viola, violoncelo e performer.

Entrada gratuita.
Levantamento de bilhete a partir das 16h do dia do espectáculo, na bilheteira da Casa Municipal da Cultura de Seia. 

Ficha Artística:

Jaime Reis - Música e Concepção
Nuno Veiga - Encenação
Ensemble DME - Interpretação Musical
com Alex Waite (Piano), Ana Monteverde (Viola), Ângela Carneiro (Violoncelo), Beatriz Costa (Violino), Carlos Silva (Clarinete) e Marina Camponês (Flauta)
Pedro Pinto Figueiredo - Direcção Musical
Miguel Mesquita da Cunha - Texto
Joana Manuel & Yola Pinto - Interpretação e Movimento
Brigitte Schùermans - Vídeo

Mais informações aqui.

 

Flo Menezes | Masterclass & Concertos
Lisboa Incomum · 14 - 18 Setembro 2022


O compositor brasileiro Flo Menezes estará no Lisboa Incomum entre os dias 14 e 18 de Setembro para a realização de uma masterclass de composição e dois concertos com a sua música.

Masterclass:

14 a 18 de Setembro de 2022 | 15:00-19:00

As inscrições para a masterclass encontram-se encerradas. No entanto, caso tenha interesse em participar, por favor escreva-nos para diasdemusicaelectroacustica@gmail.com.

Concertos:

15 e 17 de Setembro de 2022 | 19:30

Entrada gratuita.
Reserva de lugar para lisboaincomum@gmail.com.

Lorena Izquierdo / Abdul Moimême
Lisboa Incomum · 23 Setembro 2022


Os músicos Abdul Moimême e Lorena Izquierdo estarão no Lisboa Incomum no dia 23 de Setembro, às 19:30, para um concerto de música improvisada.

Entrada gratuita.
Reserva de lugar para lisboaincomum@gmail.com. 

© Nuno Martins

Ainda este mês...

Internacionalização | Echoes Around Me
26 Set - 2 Out · Viena, Áustria


Jaime Reis é um dos compositores convidados do festival e masterclass Echoes Around Me, com organização de The Acousmatic Project, a decorrer em Viena, Áustria, entre os dias 26 de Setembro e 2 de Outubro de 2022.

Na presente edição, as compositoras Mariana Vieira e Marta Domingues, membros da equipa DME e Lisboa Incomum, foram premiadas no concurso Young Lion*ess of Acousmatic Musicmarcando igualmente presença no festival austríaco.

 

   
O projecto DME é uma estrutura financiada por: 
 
   

Facebook
Instagram
Website

Agosto 2022


O Festival DME prepara-se para o Verão, encerrando esta temporada com duas residências artísticas em Seia.

O Ensemble Orbis estará em residência de 1 a 14 de Agosto, com as compositoras Lisa Heute, também acordeonista do grupo, e a jovem compositora portuguesa Eva Aguilar. O ensemble fará três apresentações públicas na Casa Municipal da Cultura de Seia com um repertório distinto.

Na segunda quinzena do mês, Ângela Carneiro e Beatriz Costa, instrumentistas do Ensemble DME, estarão no Conservatório de Música de Seia.

Voltamos em Setembro com muitas novidades.


http://www.festival-dme.org/

Agenda

Residência Artística · Ensemble Orbis
Casa Municipal da Cultura de Seia
1 a 14 de agosto


O recém criado Ensemble Orbis (França) virá a Portugal para a realização de uma residência artística na Casa Municipal da Cultura de Seia. Esta residência, a decorrer entre 1 e 14 de Agosto de 2022, visa trabalhar novas criações, incluindo uma obra escrita propositadamente para este evento, da autoria da jovem compositora portuguesa Eva Aguilar (2002-), que será apresentada ao público no dia 12 de agosto.

Esta residência conta com o apoio da Câmara Municipal de Seia.

O ensemble fará três apresentações públicas distintas na Casa Municipal da Cultura de Seia:
Concerto #1 - 9 de Agosto 2022 | 18h
Concerto #2 - 11 de Agosto 2022 | 18h
Concerto #3 - 12 de Agosto 2022 | 18h

Entrada gratuita. 

Mais informações aqui.

Residência Artística
Beatriz Costa e Ângela Carneiro
Conservatório de Música de Seia
22 a 31 de agosto


A violinista Beatriz Costa e a violoncelista Ângela Carneiro, ambas instrumentistas do Ensemble DME, estarão em residência artística em Seia, de modo a preparar uma nova obra do compositor Jaime Reis, bem como obras dos compositores João Pedro Oliveira, Clotilde Rosa, entre outros.

O duo estará a trabalhar no Conservatório de Música de Seia entre 22 e 31 de agosto.

Esta residência conta com o apoio da Câmara Municipal de Seia.

 

Em breve...

Geometrias do Inelidível
Casa Municipal da Cultura de Seia
11 setembro 2022 · 17h


A EMSCAN, o projecto DME e a Câmara Municipal de Seia apresentam Geometrias do Inelidível, um espectáculo multidisciplinar com música e concepção de Jaime Reis  e encenação de Nuno Veiga.

Contará com a participação do Ensemble DME, Yola Pinto, Joana Manuel, Brigitte Schuermans e Miguel Mesquita da Cunha.

O colectivo artístico estará em residência artística na Casa Municipal da Cultura de Seia de 1 a 10 de setembro, com apresentação do trabalho no dia 11 de setembro, às 17h, no cineteatro deste espaço.

Apoios: Programa Garantir Cultura, DGARTES e Antena 2.


Entrada gratuita.

Flo Menezes | Composition Masterclass
Lisboa Incomum | 14 - 18 Setembro 2022


[ENG BELLOW]

O Festival DME tem o prazer de anunciar a Masterclass de Composição com Flo Menezes, que se realizará entre 14 e 18 de Setembro de 2022.

O compositor focar-se-á no tema “Harmonicidade e Inarmonicidade em Instrumentos da Família Percussão/Ressonância em Interação com a Eletrónica”.

As inscrições estão já abertas!
Data limite: 4 de Setembro 2022

Mais informações aqui.

----


DME Festival is pleased to announce the Composition Masterclass with Flo Menezes, which will take place between 14 and 18 September 2022. 

The composer will focus on the theme “Harmonicity and Inharmonicity in Instruments of the Percussion/Resonance Family in Interaction with Electronics".

Registrations are already open! 
Deadline: 4th September 2022

More information here.

   
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
 
   

Facebook
Instagram
Website

Julho 2022


Este mês, destacamos a terceira residência artística do Ensemble DME no Lisboa Incomum, que visa preparar o espetáculo multidisciplinar "Geometrias do Inelidível", com música de Jaime Reis, cuja estreia se aproxima.

Após este projeto, três músicos do Ensemble DME irão permanecer em ensaios de preparação da nova obra da compositora 
Georgina Derbez Roque, escrita para o nosso ensemble com o apoio do programa Ibermúsicas.

Teremos ainda o prazer de receber Jose Taton, professor nas ilhas Visayas das Filipinas, que dará uma conferência sobre a música da região. 

Por fim, o Lisboa Incomum será o palco de um concerto de jovens instrumentistas, Fábio Pascoal e Pedro do Carmo, que apresentarão um concerto que junta música de compositores conceituados da música erudita contemporânea e peças de jovens compositoras portuguesas.

http://www.festival-dme.org/

Agenda

Residência · Geometrias do Inelidível
Lisboa Incomum | 11 a 15 de Julho


A terceira residência do Ensemble DME no Lisboa Incomum será entre 11 e 15 de Julho.

O Ensemble está a preparar o projeto Geometrias do Inelidível, um espetáculo multidisciplinar que envolve Música, Dança, Vídeo e Poesia. Concebido pelo compositor português Jaime Reis, o espetáculo parte da teia conceptual da sua obra em construção Sangue Inverso - Inverso Sangue, para flauta, oboé, clarinete, piano, violino, violeta e violoncelo.

Jaime Reis Música e Concepção
Ensemble DME Interpretação - Música
com Alex Waite, Ana Monteverde, Ângela Carneiro, Beatriz Costa, Carlos Silva, Marina Camponês
Pedro Pinto Figueiredo Direção Musical

Residência
Ana Telles, Carlos Silva e Ângela Carneiro
Lisboa Incomum | 18 a 21 de Julho


Ana Telles, Carlos Silva e Ângela Carneiro estarão em Residência no Lisboa Incomum, no âmbito do Projecto Ibermúsicas, entre 18 e 21 de Julho.

O ensemble estará a ensaiar uma nova obra para piano, clarinete, violoncelo e electrónica, La Canción del Glaciar da compositora mexicana Georgina Derbez Roque.


Ana Telles Piano
Carlos Silva Clarinete

Ângela Carneiro Violoncelo
Georgina Derbez Roque Composição

Conferência · Jose R. Taton
Lisboa Incomum | 22 de Julho, 19h30


O Lisboa Incomum recebe Jose R. Taton, professor na University of the Philippines Visayas, para uma Conferência no dia 22 de Julho. Jose Taton é especialista na música de Panay Bukidnon, uma comunidade cultural indígena nos Visayas, e a sua conferência focar-se-á na filosofia da música da região.

Mais informações aqui.
Entrada gratuita, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com.

Concerto · Fábio Pascoal e Pedro do Carmo
Lisboa Incomum | 23 de Julho, 19h30


Fábio Pascoal (Contrabaixo) e Pedro do Carmo (Violoncelo), jovens instrumentistas, juntam-se para um concerto no Lisboa Incomum no dia 23 de Julho, pelas 19h30.

O duo nasceu com o Laboratório de Música Mista José Luís Ferreira da ESML em 2019, dedicando-se hoje à interpretação de música contemporânea.

O concerto conta com um programa de música contemporânea, marcado por peças de jovens compositoras como Ana Roque, Marta Domingues e Eva Aguilar, igualmente com obras de compositores de renome a nível nacional e internacional, como Luís Tinoco, Demian Rudel Rey, Mario Mora, Kaija Saariaho e Jonathan Harvey.


Mais informações aqui.
Entrada gratuita, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com.

Em breve...

Flo Menezes | Composition Masterclass
Lisboa Incomum | 14 - 18 Setembro 2022


[ENG BELLOW]

O Festival DME tem o prazer de anunciar a Masterclass de Composição com Flo Menezes, que se realizará entre 14 e 18 de Setembro de 2022.

O compositor focar-se-á no tema “Harmonicidade e Inarmonicidade em Instrumentos da Família Percussão/Ressonância em Interação com a Eletrónica”.


As inscrições estão já abertas!
Data limite: 4 de Setembro 2022


Mais informações aqui.

----


DME Festival is pleased to announce the Composition Masterclass with Flo Menezes, which will take place between 14 and 18 September 2022. 

The composer will focus on the theme 
Harmonicity and Inharmonicity in Instruments of the Percussion/Resonance Family in Interaction with Electronics".

Registrations are already open! 
Deadline: 4th September 2022

More information here.

   
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
 
   

Facebook
Instagram
Website

Junho 2022


Em junho, o Festival DME sai de Portugal, passando pelo festival online Perspectivas Sonoras 2022 do Centro Mexicano para la Música y las Artes Sonoras no dia 1 de junho e pelo festival espanhol KlexosLab no dia 30.

Já o Lisboa Incomum recebe os músicos Francisco Cipriano e Nuno Jesus para o concerto de música contemporânea para percussão e guitarra no início do mês. Também a Musicamera Produções passará pelo nosso espaço, para apresentar alguns dos seus projectos.


Ficamos à vossa espera, com um mês de muita música portuguesa!

http://www.festival-dme.org/

Agenda

CMMAS | Perspectivas Sonoras 2022
online | 1 Junho, 20:00 (horal local)


Centro Mexicano para la Música y las Artes Sonoras, CMMAS, apresenta o festival "Perspectivas Sonoras 2022", no qual integra um concerto com curadoria do Festival DME, inteiramente dedicado a repertório acusmático de compositores portugueses.

Reúnem-se, assim, peças de António de Sousa Dias, Cláudio de Pina, Jaime Reis, João Castro Pinto, Marta Domingues e Mariana Vieira.

O programa " Perspectivas Sonoras 2022" terá lugar numa forma totalmente digital, com transmissão através do seu canal de Youtube.

Mais informações aqui

There are exits on every floor
Lisboa Incomum | 3 Junho, 21h


Sobre o concerto, os músicos dizem-nos:

‘Uma das ambiguidades que transporta a música contemporânea é a sua compreensão, mas a difícil interpretação das suas cores, ritmos e sons, abre portas para um espaço onde o público pode ser criativo.
Marc Unternährer (músico suíço) disse: “A good free impro sounds like a good piece and a good piece sounds like a good free impro.”.
A mistura desta incerteza com a improvisação livre é o mote deste concerto, onde a música contemporânea e a improvisação livre se cruzam a meio caminho e se fundem no que mais importa: o som.’

Programa: 
Logic Rock (2017) - Matthew Shlomowitz 
Next to Besides Besides (2003-2015) - Simon Steen Andersen
For 1, 2 or 3 peoples (1964) - Christian Wolff


Francisco Cipriano - Percussão 
Nuno Jesus - Guitarra


Mais informações aqui.
Entrada gratuita. Reservas via email para lisboaincomum@gmail.com. 

Lançamento CD'S MUSICAMERA
Lisboa Incomum | 22 Junho, 18h30

 

O Lisboa Incomum acolhe, no dia 22 de junho, a apresentação de CD's e DVD's de vários projectos de Musicamera Produções:

“Festival Criasons III” - obras de Luís Tinoco, Pedro Caldeira Cabral, Alejandro Erlich-Oliva, Francisco Fontes, Daniel Davis e João Fonseca e Costa

“Beethoven e a Sua Época / Bomtempo” - obras de João Domingos Bomtempo, César Viana e Jaime Reis 

“Ver os Sons, Ouvir Imagens” - obras de Cândido Lima / Emanuel Pimenta, Christopher Bochmann / Maria Irene Aparicio, João Pedro Oliveira, Anne Victorino d'Almeida / Marianne Harlé, Jaime Reis / João Pedro Fonseca, Mariana Vieira / Daniel Rondulha

“Descobrir Noronha” - 5 Fantasias para Violino e Orquestra de Francisco Sá Noronha

Contar-se-á com a presença de alguns dos compositores e intérpretes. 

Mais informações aqui.
Entrada gratuita. Reservas via email para lisboaincomum@gmail.com. 

Residência · Geometrias do Inelidível
Lisboa Incomum | 16 a 19 de Junho


A segunda residência do Ensemble DME no Lisboa Incomum será entre 16 e 19 de junho. O Ensemble está a preparar o projeto Geometrias do Inelidível, um espetáculo multidisciplinar que envolve Música, Dança, Vídeo e Poesia. Concebido pelo compositor português Jaime Reis, o espetáculo parte da teia conceptual da sua obra em construção Sangue Inverso - Inverso Sangue, para flauta, oboé, clarinete, piano, violino, violeta e violoncelo.

Jaime Reis Música e Conceção
Ensemble DME Interpretação - Música
com Alex Waite, Ana Monteverde, Ângela Carneiro, Beatriz Costa, Carlos Silva, Marina Camponês
Pedro Pinto Figueiredo Direção Musical

Concerto · Ensemble DME
Auditorio Santa María, Plasencia
30 de junho, 20h (hora local - Espanha)


O Ensemble DME estará no KlexosLab – Festival Internacional de Interpretación y Creación Musical, Plasencia, Espanha no dia 30 de junho.

Programa:

Emmanuel Nunes (1941-2012): Ludi concertati n° 1 (1985)
João Pedro Oliveira (1959-): Hokmah (2009)
João Moreira (2004-): Breath (2021)*
Clotilde Rosa (1930-2017): Densidades (2003)
Hugo Vasco Reis (1981-): Colors seen in silence II (2020) 
Jaime Reis (1983-): Sangue Inverso: Quartzo (IV) (2020)

*estreia absoluta


Com Alex Waite, Beatriz Costa, Carlos Silva, Marina Camponês e Mariana Vieira

Mais informações aqui.

   
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
 
   



Facebook
Instagram
Website

Maio 2022


Este mês, o Festival DME e o Lisboa Incomum recebem o lançamento do novo CD do organista e compositor Cláudio de Pina, Avant-garde Organ. Será um momento de partilha e convívio com música contemporânea para órgão.

Teremos, ainda, um evento especial de homenagem ao compositor Iannis Xenakis (1922-2001), no dia em que completaria o seu centésimo aniversário, 29 de Maio. Contaremos com a presença do compositor Cândido Lima, seu aluno, para assinalar esta data.


Até breve!

http://www.festival-dme.org/

Agenda

Lançamento do CD Avant-garde Organ 
de Cláudio de Pina
Lisboa Incomum | 6 Maio, 19h30


O Lisboa Incomum será o espaço de lançamento do novo CD do organista e compositor Cláudio de Pina intitulado Avant-garde Organ. O CD será igualmente lançado em formato digital no mesmo dia, 6 de Maio.

Mais informações aqui.
Entrada gratuita. Reservas via email para lisboaincomum@gmail.com. 

1922-2022 – Evocação de Xenakis
com Cândido Lima
Lisboa Incomum | 29 Maio, 17h


Seria exatamente no dia 29 de Maio que o compositor Iannis Xenakis completaria 100 anos de vida. Por isso, o Festival DME recebe o compositor português Cândido Lima para realizar um evento de homenagem a Xenakis, que foi seu professor. 

O evento iniciará com uma conferência de Cândido Lima intitulada 1922-2022 | EVOCAÇÃO DE XENAKIS, seguida de um concerto com peças de ambos os compositores.

Programa

Cândido Lima (1939-): A-MÈR-ES (1978/79)
Encomenda da Fundação Gulbenkian por “ordem”de Xenakis (Paris1977)
Dedicada a Xenakis


Iannis Xenakis (1922-2001): Orient-Occident (1960)


Mais informações aqui.
Entrada gratuita. Reservas via email para lisboaincomum@gmail.com. 

Audição de Música Mista
Alunos do Conservatório de Música de Seia
Lisboa Incomum | 28 Maio, 17h


No dia 28 de Maio, pelas 17h,  o Festival DME e o Lisboa Incomum acolhem uma audição de alunos do Conservatório de Música de Seia aberta ao público.

Programa a anunciar.


Entrada gratuita. Reservas para lisboaincomum@gmail.com
 

Em breve

CMMAS | Perspectivas Sonoras 2022
online | 1 Junho


Centro Mexicano para la Música y las Artes Sonoras, CMMAS, apresenta o festival "Perspectivas Sonoras 2022", no qual integra um concerto com curadoria do Festival DME, inteiramente dedicado a repertório acusmático de compositores portugueses.

Reúnem-se, assim, peças de António de Sousa Dias, Cláudio de Pina, Jaime Reis, João Castro Pinto, Marta Domingues e Mariana Vieira.

O programa " Perspectivas Sonoras 2022" terá lugar numa forma totalmente digital, com transmissão através do seu canal de Youtube.

Mais informações aqui

   
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
 
   


Facebook
Instagram
Website

Abril 2022


Em Abril, o Festival DME homenageia a música portuguesa e promove eventos de cariz internacional.

Com uma especial parceria com a Temporada Portugal-França 2022 e a Escola de Artes da Universidade de Évora, apresentamos um concerto com música de compositores portugueses em Lisboa e Dijon. Para além disso, um concerto de música portuguesa para piano com João Tiago Magalhães e ainda uma digressão com o compositor austríaco Thomas Gorbach.

Gorbach apresentar-se-á no final de abril com três concertos no Lisboa Incomum. A sua estadia irá prolongar-se até ao início de Maio, estando previstas conferências em várias escolas em Lisboa e Castelo Branco, e ainda um workshop de espacialização no Lisboa Incomum.


Esperamos contar convosco nos nossos eventos.

Até breve!

http://www.festival-dme.org/

Agenda

Polychromies
Lisboa Incomum & Streaming | 5 Abril, 18h30


POLYCHROMIES é um projeto de divulgação da música erudita contemporânea portuguesa e francesa, bem como de formação especializada na interpretação desta prática musical.

As entidades que participam neste projeto são instituições do ensino superior especializado de música em França e Portugal (ESM Bourgogne-Franche-Comté, Escola de Artes da Universidade de Évora e Escola Superior de Música de Lisboa), em colaboração com o Festival DME.

Este projeto pressupõe a realização de um festival dedicado à música contemporânea portuguesa e francesa, a realizar no dia 5 de Abril de 2022, simultaneamente nas cidades de Lisboa (no Espaço Lisboa Incomum) e Dijon (nas instalações da ESM Bourgogne-Franche-Comté).

Em Dijon, serão interpretadas obras dos compositores portugueses (ou residentes em Portugal) Carlos Marecos, Christopher Bochmann, Jaime Reis e João Pedro Oliveira pelos alunos de música de câmara da ESM Bourgogne-Franche-Comté, que trabalharam as obras ao longo de vários meses sob a orientação dos professores Marie Béreau e Vincent-Raphaël Carinola.

Em Portugal, escutaremos quatro obras de Vincent-Raphaël Carinola, uma delas em estreia absoluta, e ainda de Carlos Marecos, Christopher Bochmann e Jaime Reis. As obras serão interpretadas por Ana Telles (piano), Luís Gomes (clarinete) e Monika Streitová (flauta). Assim, este projeto procura não só reforçar a colaboração entre as instituições em questão, mas também divulgar a música contemporânea portuguesa e francesa com uma especial atenção à formação especializada de jovens intérpretes.

Os concertos inserem-se na Temporada Portugal-França 2022.


Mais informações aqui e ainda no nosso site.

Entrada gratuita mediante reserva via email para lisboaincomum@gmail.com.
Uso de máscara obrigatório.

Link streaming: 
https://youtu.be/YxxOXA1HaXo

Música Portuguesa para Piano 
João Tiago Magalhães
Lisboa Incomum | 9 Abril, 19h30


O pianista João Tiago Magalhães traz-nos um concerto com um programa de compositores portugueses desde o início do século XX até aos dias de hoje. 

Programa


Fernando Lapa (1950) - Variações sobre o “Coro da Primavera” de José Afonso

João Carlos Pinto (1998) - Quatro Canções Tradicionais Portuguesas (2016)
1.    Os Amores da Azeitona
2.    Oh, bento airoso
3.    Meu Amor me deu um Lenço
4.    Vai-te embora, ó Papão
 
Carlos Marecos (1963) - Terras por de Trás dos Montes
1.    Paul
2.    Reguengos
3.    Miranda
4.    Paradela

Eduardo Luís Patriarca ( 1970 ) - Mantra 3

Paulo Bastos (1967) - Ad-Sum

Mafalda Silva (2002) - Opiário, para piano e eletrónica

Fernando Lopes-Graça (1906 - 1994) - Variações sobre um Tema Popular Português


Mais informações aqui.
Reservas via email para lisboaincomum@gmail.com. Uso de máscara obrigatório.

Thomas Gorbach | Residência Artística
26 Abril - 3 Maio

O Festival DME tem a honra de anunciar a residência artística do compositor austríaco Thomas Gorbach em Portugal, entre os dias 26 de Abril e 3 de Maio de 2022. 

Thomas Gorbach estará em digressão entre Lisboa (FBAUL, ISEL e ESML) e Castelo Branco (ESART) para uma série de conferências, adicionando ainda ao seu percurso um Workshop de Espacialização e três concertos no Lisboa Incomum. 

Eventos

Conferências:
27 Abril | 19h - Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL)
28 Abril | 17h30 - Escola Superior de Artes Aplicadas, Castelo Branco (ESART)
2 Maio |  15h - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL)
3 Maio |  18h - Escola Superior de Música de Lisboa (ESML)

Workshop de Espacialização | The Ephemeral Dynamic-Motion Sound Sculptures:
29 Abril a 1 Maio - Lisboa Incomum

Concertos:
29 Abril | 19h30 - Lisboa Incomum
30 Abril | 19h30 - Lisboa Incomum
1 Maio | 19h30 - Lisboa Incomum

Para reservar lugar nos concertos no Lisboa Incomum, enviar email para lisboaincomum@gmail.com. Entrada gratuita. Uso de máscara obrigatório.


Workshop de Espacialização
workshop será inaugurado com o concerto do dia 29 de Abril às 19h30, e decorrerá nos dias 30 de Abril e 1 de Maio, no Lisboa Incomum, entre as 10h00 - 13h00 e as 14h00 - 16h00. Haverá, ainda, ensaios após as horas do workshop, com horário a definir.

Máximo de 8 participantes.

As inscrições devem ser feitas até dia 24 de Abril através do formulário de inscrição e mediante o pagamento de 60€.

Mais informações aqui.
Ainda este mês

Residência Artística - Ensemble DME
Geometrias do Inelidível 
Lisboa Incomum | 11-15 Abril


O Ensemble DME estará em Residência Artística no Lisboa Incomum para o projeto Geometrias do Inelidível, um espetáculo multidisciplinar que envolve Música, Dança, Vídeo e Poesia. Concebido pelo compositor português Jaime Reis, o espetáculo parte da teia conceptual da sua obra em construção Sangue Inverso - Inverso Sangue, para flauta, oboé, clarinete, piano, violino, violeta e violoncelo.

Jaime Reis Música e Conceção
Ensemble DME Interpretação - Música
com Alex Waite, Ana Monteverde, Ângela Carneiro, Beatriz Costa, Carlos Silva, Marina Camponês
Pedro Pinto Figueiredo Direção Musical

Residência Artística - Mariana Tilly
Lisboa Incomum | 16-18 Abril


Filme a realizar no Lisboa Incomum durante 2-3 dias na segunda semana de Abril, a partir de uma composição original para percussão. O filme será o centro de uma instalação no âmbito do prémio Kiefer Hablitzel Göhner Kunstpreis, e a instalação estará aberta ao público no contexto dos Swiss Art Awards (evento paralelo à ArtBasel) de 14 a 19 de Junho na Messe, em Basileia, Suíça.

Autoria/artista: Mariana Tilly 
Intérprete: Sebastião Bergmann

 

OBSCURUS | EMERGE - Associação Cultural
Lisboa Incomum | 23 Abril, 19h30


O Lisboa Incomum acolhe o projeto OBSCURUS. Uma criação EMERGE — Associação Cultural com a parceria institucional da República Portuguesa / DGARTES -  Direção-Geral das Artes, com o apoio da Câmara Municipal de Torres Vedras, Teatro-Cine de Torres Vedras, Centro de Artes e Criatividade de Torres Vedras, PERFORMACT, Fundação Bienal de Cerveira e Lisboa Incomum.

Sinopse: 
A história de uma pessoa não binária, que é incapaz de amar e de compreender a solidão. JUDE ORA tem força interior para mudar tudo, mas ela não consegue mudar a sua incapacidade de amar. Ela gera tanta energia para criar, mas não consegue aceitar a solidão. A realidade em torno de Jude é vasta e obscura, como o Universo.
Se a obscuridade pode ser semelhante ao fim, a sua ambiguidade e incerteza podem elevar a ideia de que ela pode ser a origem de tudo, porque sem escuridão não há razão para existir luz.

Direção artística Jorge Reis
Desenho de som, composição e live set Rodrigo Gomes
Performer Minori Onoue
Desenho de figurino, imagem e luz Jorge Reis
Gestão do projeto e comunicação Daniela Ambrósio

   
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
 
   

Facebook
Instagram
Website

Março 2022


A programação do Festival DME no mês de Março destaca a relação da Música e da Literatura, com um concerto homónimo que contará com música que usa texto como fonte de inspiração ou material musical. Este concerto, que decorre dia 11 de Março no Lisboa Incomum, em Lisboa, resulta de uma parceria com o Prémio MUSA (MPMP). Acolhemos, ainda, um concerto do Performa Ensemble no dia 18 de Março, em Seia, intitulado "Cidades (in)visíveis", sobre texto de Italo Calvino.

Também este mês, teremos a digressão de Mehmet Can Özer pelo Porto, Lisboa e Castelo Branco. Para além de concertos em cada cidade, o compositor, em parceria com a Ableton, irá orientar workshops do software Live.

Esperamos contar convosco nos nossos eventos.

Até breve!

http://www.festival-dme.org/

Agenda

Música e Literatura
Lisboa Incomum | 11 Março


Trata-se de um concerto dedicado à relação da Música com a Literatura e contará com obras acusmáticas de Marta Domingues, Mariana Vieira e Tiago Quintas - a última, vencedora de uma Menção Honrosa no Prémio Musa. Também o Trio Wade Matthews / Carlos Santos / Abdul Moimême apresentará uma improvisação sobre o mesmo mote. 

Texto de Clarice Lispector, Maria Gabriela Llansol e António Ramos Rosa servirá de material de exploração para a concepção musical.

Programa


1º Parte | Música Acusmática
Marta Domingues - Instante*
Tiago Quintas - Sim *  **
Mariana Vieira - O Encontro Inesperado do Diverso II*

2ª Parte | Improvisação
Trio Wade Matthews / Carlos Santos / Abdul Moimême


* Estreias Absolutas
** 
Menção Honrosa no Prémio Musa 2021

Parceiro Institucional - República Portuguesa – Ministério da Cultura

Mais informações aqui.
Reservas via email para lisboaincomum@gmail.com. Uso de máscara obrigatório.

Mehmet Can Özer | workshops & concertos
Porto, Lisboa, Castelo Branco | 12 - 17 Março


O Festival DME tem o prazer de anunciar uma digressão com o compositor Mehmet Can Özer em Lisboa, Porto e Castelo Branco. Mehmet Can Özer irá orientar workshops de Ableton Live na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo no Porto (ESMAE), na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) e na Escola Superior de Artes Aplicadas em Castelo Branco (ESART), bem como apresentar-se-á em concerto no Lisboa Incomum.

No workshop de Ableton Live, os participantes terão a oportunidade de explorar não apenas os conceitos básicos, mas também tudo o que é possível criar com este software. O curso irá iniciar com o conceito de Ableton Live, os básicos (gravação, edição, manipulação de sinal, etc) e, depois, explorar os seus instrumentos de uma forma não convencional. Os participantes são livres de escolher o que fazer com as ferramentas dadas. O principal objectivo será pensar ‘fora da caixa’. 

Eventos:
12 a 14 de março | Porto (ESMAE) - Workshop e Concerto
15 de março, 17h | Lisboa (ESML) - Workshop
16 de março, 19h30 | Lisboa (Lisboa Incomum) - Concerto
17 de março, 17h30 | Castelo Branco (ESART) - Workshop

Interessados em participar nos workshops na ESMAE, ESML e ESART devem enviar email para diasdemusicaelectroacustica@gmail.com para obter mais informações.

Para reservar lugar no concerto no Lisboa Incomum, enviar email para lisboaincomum@gmail.com. Uso de máscara obrigatório.

Mais informações aqui.
Ainda este mês

Performa Ensemble - Cidades (in)visíveis
Casa Municipal da Cultura de Seia | 18 Mar, 16h


O Festival DME acolhe o Performa Ensemble, que irá apresentar-se em Seia com o seu projeto “Cidades (in)visíveis”, que já passou pelo Lisboa Incomum em outubro de 2021.

O projeto “Cidades (in)visíveis” pretende questionar a ecologia dos sons urbanos através de criações que retratem modos particulares de ouvir os sons das cidades. Convidaram-se compositores portugueses a refletir sobre três linhas de criação em torno da temática: a exploração de memórias sonoras desaparecidas face à passagem do tempo; a mistura de culturas e músicas derivada da imigração ou gentrificação; o conceito de paisagem sonora utópica ou distópica, como base para a criação de sons para novas cidades.

Programa 

Sara Carvalho - imponderabilia
Igor Silva - Shelter
Jaime Reis - Inverso Sangue: Xisto (B)
Rui Penha - The Artist’s Struggle for Integrity: on a speech by James Baldwin
Gerson Batista - EstRatiFicAçÕes

Exposição SUITCASE 11 | ENCERRADA


O Festival DME e Lisboa Incomum lamentam informar que, por motivos de força maior, se vêem obrigados a encerrar antecipadamente a exposição SUITCASE 11 na sexta-feira, dia 4 de março. 

A exposição, que foi inaugurada no passado dia 19 de fevereiro, com curadoria de Francisco Barahona, prosseguirá em breve a sua viagem dentro da mala, para o seu próximo destino.

   
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
 
   
Facebook
Instagram
Website

Fevereiro 2022


Em Fevereiro destacamos um evento que temos estado a preparar ao longo de vários meses - o Festival Imersivo vai decorrer nos dias 19 e 20 e inaugura o novo sistema de som em forma de cúpula do Lisboa Incomum. 

A programação do festival incluirá dois concertos de música acusmática e videomusic (dias 19 e 20, às 19:30), bem como duas exibições permanentes - a exposição Suitcase 11, com curadoria de Francisco Barahona, e o software Immersus, ou YAFS, concebido por Carlos Caires. Ambas podem ser visitadas nos dias do festival, entre as 15:00 e as 19:00.

No dia 26 às 19:30, teremos um evento de homenagem ao compositor José Luís Ferreira, onde serão difundidas as suas peças acusmáticas.

Até breve!

http://www.festival-dme.org/

Agenda

FESTIVAL IMERSIVO
Lisboa Incomum | 19-20 Fev


O Festival que decorre nos dias 19 e 20 de fevereiro no espaço Lisboa Incomum marca a abertura do novo Sistema Imersivo com uma série de atividades concebidas para o mesmo.

A programação inicia no sábado com um concerto de música electroacústica, com obras dos compositores 
Annette Vande Gorne, Marta Domingues, Hugo Vasco Reis e Jaime Reis, concebidas especialmente para este sistema.


No domingo, o Lisboa Incomum recebe um concerto de videomusic com curadoria de João Pedro Oliveira, que conta com obras de Jorge Sad Levi/Pablo Magne, Denis Miller, Chikashi Miyama e João Pedro Oliveira.

Ambos os concertos serão às 19h30.

Durante este fim de semana, estará ainda em exibição permanente Immersus, ou  “YAFS” (yet another free spatializer), um software concebido inicialmente para a cúpula multi-canal da ESML (projecto immersus/IDI&CA-IPL, Jaime Reis, Sérgio Henriques e Carlos Caires), através do qual, recorrendo a um sensor leap motion, o utilizador pode espacializar diversas fontes sonoras com o movimento da sua mão. O software inclui ainda outras particularidades direccionadas para a performance e improvisação sonora em ambientes imersivos. 


Carlos Caires irá apresentar o software publicamente pelas 16h no Lisboa Incomum, nos dias 19 e 20 de fevereiro.

"Nesta apresentação demonstrarei o seu uso, discutirei ideias a implementar e convidarei público a experimentar o dispositivo. Traga os seus ficheiros (mp3, mono, até 5MB) e entre na spat-jam usando apenas o seu telemóvel (não é necessário apps adicionais, apenas um browser)", refere Carlos Caires.

Também em exposição permanente, Suitcase 11 é um projeto que contém obras de arte que circulam numa Mala de Viagem e residem temporariamente em vários festivais de arte na Europa, promovendo arte, artistas e criação artística em toda a Europa. A curadoria das obras do projecto será feita por Francisco Barahona, artista visual. A partir do centro de arte contemporânea EXIT11 em Grand-Leez, Bélgica, a mala viajou para o ARTIS 2021 - Festival de Artes e Ideias em Seia, organizado pela AAIS, em maio de 2021. A 31 de julho do ano passado, a mala viajou para a Moitamostra, organizada pelo GEIC em Castro Daire (Viseu) e, em outubro, esteve na Escola de Artes da Universidade de Évora durante o Festival de Música Contemporânea de Évora. 

Estas duas exposições podem ser visitadas ao longo do Festival entre as 15h e as 19h.

Entrada livre nos concertos mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com.
Apresentação de certificado ou teste negativo e uso de máscara obrigatórios para todos as actividades.
Mais informações aqui.

SUITCASE 11 - Inauguração
Lisboa Incomum | 19 Fev 


"O centro de arte contemporânea EXIT11 em Grand-Leez, Bélgica, estreia em Lisboa a Suitcase 11, um projecto artístico que viaja por festivais de arte e espaços culturais dedicados às artes numa mala.

Recém chegada ao novo destino, o Lisboa Incomum recebe a Suitcase 11 e inaugura uma exposição que revela o conteúdo da mala apresentando obras de pintura, fotografia, vídeo e escultura, de artistas plásticos nacionais e internacionais, que estabelecem um diálogo com o universo musical e sonoro, refletindo também um espírito livre e diversificado." Curadoria de Francisco Barahona.

A exposição ficará, depois, em exibição até ao final de Março nos seguintes horários:

Segundas-feiras: entre as 9h e as 14h
Quartas-feiras: entre as 15h e as 19h
Sextas-feiras: entre as 15h e as 19h

Mais informações aqui

In memoriam José Luís Ferreira
Lisboa Incomum | 26 Fev - 19:30


No próximo dia 26 de Fevereiro, quatro anos após a perda do compositor português José Luís Ferreira, organizamos um evento dedicado ao artista que nos deixou demasiado cedo.

In memoriam José Luís Ferreira será um momento para reunir todos aqueles que quiserem participar, recordando e homenageando a sua memória através da sua música.

Programa 

Obras acusmáticas de José Luís Ferreira

Le Bruit d’une Porte qui... (2004)
Trópicos (2009)
Le Bruit d’une Tête qui Frappe Contre les Murs d'une Très Petite Cellule (2000)

Entrada livre mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com.
Apresentação de certificado ou teste negativo e uso de máscara obrigatórios.
Mais informações aqui.

   
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
 
   






This email was sent to << Test Email Address >> 
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences 
Lisboa Incomum · Rua General Leman 20A · Lisbon 1600-102 · Portugal 

Email Marketing Powered by Mailchimp
*|MC:SUBJECT|*
Facebook
Instagram
Website

Janeiro 2022 - actualização


Devido à atual situação pandémica, o Festival DME viu-se obrigado a alterar os planos dos concertos de dias 22 e 29, pelo Duo Dubois e Ensemble Sonido Extremo, respectivamente.

O concerto do Duo Dubois será na mesma data (22/01), no Lisboa Incomum, pelas 17h00. Entrada livre mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com e apresentação de certificado de vacinação ou recuperação, ou teste negativo. Uso de máscara obrigatório.


O concerto do Ensemble Sonido Extremo, em Seia, será adiado para uma nova data a definir nos próximos meses. 

http://www.festival-dme.org/

Agenda

MORE WITH LESS | Duo Dubois
Lisboa Incomum | 22 JAN - 17h


MORE WITH LESS é um projecto do colectivo Hertzbreakerz com o Duo Dubois.

A ideia deste projecto nasceu da necessidade prática de ter repertório para a sua instrumentação com uma montagem técnica que seja facilmente transportável, numa só bagagem. 

Essa necessidade prática de “música portátil” ecoou a Hertzbreakerz, um colectivo de compositores sediados em Malmö, Suécia, uma referência a uma práxis do século XIX: a arie da baule - árias que cada cantor tinha no seu repertório, e que poderiam ser introduzidas numa ópera sempre que o cantor considerasse necessário. De forma a estreitar esta ligação com a arie da baule, os compositores foram convidados a relacionar-se, de alguma forma, com o repertório operático, enfatizando a ária. A ária torna-se assim um objet trouvé que dá o mote à matéria-prima musical.

Programa
  Alessandro Perini: How to conjure the spirit of Lucy in three steps, via telephone (2021) para dois performers e electrónica
  Jonatan Sersam: Platform findings (2021) para mala de viagem e saxofone
  Francesco Del Nero: Autoritratto di un'aria (2021) para saxofone, percussão e controlador MIDI;
  Justina Repeckaite: Ciclo Continuo (2021) para saxofone soprano, tarola e objectos;
  Simone Corti: Songs from the trunk (2021) para saxofone alto, kaosspad e tarola. 

O projeto More with less é financiado pela Musikverket.


Entrada livre, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com

Apresentação de certificado ou teste negativo e uso de máscara obrigatórios.

Mais informações aqui.

Novidades

WONDERLAND | Machina Lírica Duo


Já se encontra disponível o fonograma editado pelo Festival DME, "Wonderland", pelo Machina Lírica Duo, constituído pela flautista Monika Streitová e pelo guitarrista Pedro Rodrigues. Este fonograma tem como foco a música checa dos séculos XX e XXI, contando com obras de Leoš Janáček, Štěpán Rak, Lukáš Sommer, Miloš Štědroň, Jindřich Feld, František Lukáš e Michal Rataj.

Mais informações sobre o fonograma aqui

     
O festival DME é uma estrutura financiada por: 
     






This email was sent to *|EMAIL|*
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
*|LIST:ADDRESSLINE|*

*|REWARDS|*
Facebook
Instagram
Website

Dezembro 2021


O Festival DME termina o ano celebrando a pluralidade artística que nos rodeia.

Hoje, dia 3, recebemos o Trio Piazzolla Lisboa, num concerto com obras de Astor Piazzolla e Hugo Ribeiro, pelas 19h30, no Lisboa Incomum.

Já no dia 8, o Lisboa Incomum tem o prazer de acolher o espetáculo 'Celan', uma criação de Nuno Veiga, Romulus Neagu, Ulrich Mitzlaff, com a convidada Yola Pinto.

Seguindo para o país vizinho, o Ensemble DME irá participar no Ciclo Música Atual, em Badajoz, num concerto dedicado à música de Emmanuel Nunes, também com uma obra de J. S. Bach e uma estreia absoluta de Lula Romero. Será no dia 11, na Residencia Universitaria de Fundación CB (RUCAB), pelas 20h30. De seguida, no dia 12, o Ensemble seguirá para Castelo Branco onde, às 17h, interpretará obras de Nunes, Bach, Romero, Náon e Berio, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior.


Todos os caminhos vão dar a Seia nos dias 18 e 19, com o nosso festival anual, que contará com a final do Concurso Nano Músicos Electroacústicos, e concertos com o Trio Piazzolla, alunos de saxofone do Collegium Musicum - Conservatório de Música de Seia e o Drumming - Grupo de Percussão.

Para terminar o ano, teremos o lançamento do nosso mais recente fonograma, "Wonderland", protagonizado pelo Machina Lirica Duo, Monika Streitová na flauta, e Pedro Rodrigues na guitarra.

Boas Festas e Votos de Bom Ano Novo!

http://www.festival-dme.org/

Agenda

TRIO PIAZZOLLA LISBOA
Lisboa Incomum | 3 DEZ | 19h30

Casa Municipal da Cultura de Seia | 19 DEZ | 19h30


"A música de Astor Piazzolla, que faria 100 anos em 2021, situa-se numa confluência do Tango argentino e música do séc. XX. Piazzolla cedo enveredou pela libertação do estilo tradicional de dança, o tango, explorando a sua construção com elementos de composição de música contemporânea e improvisação livre. Conseguiu assim um estilo indiscutivelmente belo, aclamado em todos os palcos e um dos favoritos do público desde o seu lançamento. Neste projecto apoiado pela DGArtes, três compositores portugueses anuíram a criar obras em que revisitam o repertório de Piazzolla e oferecem outras visões artísticas sobre os mesmos temas. O trio, formado por António Carrilho, Catherine Strynckx, Helena Vasques, interpretará, para além de obras de Piazzolla, uma estreia de Hugo Ribeiro." Trio Piazzolla

António Carrilho - flautas
Catherine Strynckx - violoncelo
Helena Vasques - piano

Entrada livre mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com.
Uso de máscara ou viseira obrigatório.

CELAN | Intruso
Lisboa Incomum - 8 DEZ | 19h30


CELAN é um projeto multidisciplinar em torno do universo poético do Paul Celan (1920, Cernãuti, Roménia–1970, Paris, França), que nas palavras do João Barrento é definido como “um caminho coerente, implacável, em crescendo, para o buraco negro da «majestade do absurdo» que carateriza o presente do Homem.” Baseado num núcleo artístico permanente composto por Ulrich Mitzlaff (músico/compositor/cello), Nuno Veiga (artista multidisciplinar/eletrónica/sonoplastia) e Romulus Neagu (movimento, voz, performance), o projeto será desenvolvido durante um itinerário performativo marcado por 4 momentos específicos de residências artísticas de pesquisa, criação e apresentação multidisciplinar em Guarda, Viseu, Tondela e Lisboa. Cada um destes momentos de criação e partilha terá uma duração de 2 dias e contará com a participação de um artista convidado, relacionado com a estrutura local parceira ou residente na cidade acolhedora. 

Entrada gratuita, mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com
Uso de máscara ou viseira obrigatório.

ENSEMBLE DME - Em torno de Nunes

Ciclo Música Atual | Residencia Universitaria de Fundación CB (RUCAB) | Badajoz | 11 DEZ - 20h30 (hora local)

Museu Francisco Tavares Proença Júnior Castelo Branco | 12 DEZ - 17h


O compositor Emmanuel Nunes (1941-2012) ficou na história da música erudita ocidental como uma das mais importantes figuras portuguesas a emergir na segunda metade do século XX. Apesar de residir no estrangeiro desde 1964, Nunes, a par de Jorge Peixinho, Cândido Lima, Álvaro Salazar e outros, tornou-se numa figura central na vida musical portuguesa, influenciando toda uma geração de compositores que ia assistir aos seus concertos e seminários de composição na Fundação Calouste Gulbenkian e, no final da sua vida, na Casa da Música.

No ano em que celebraria 80 anos, o Ensemble DME dedica dois concertos à sua memória, um em Badajoz (no âmbito do Ciclo Música Atual) no dia 11, e outro no Museu Francisco Tavares Proença Júnior, no dia 12, onde também haverá uma exposição fotográfica sobre Nunes e uma conversa com Jaime Reis.

Os concertos contarão ainda com obras de Berio, Bach, Náon, e uma estreia de Lula Romero. 

FESTIVAL DME EM SEIA
18-19 Dezembro
Casa Municipal da Cultura de Seia & Conservatório de Música de Seia

Drumming GP | Concurso  Nano Músicos Electroacústicos | Trio Piazzolla


A edição deste ano do Festival DME de Dezembro conta a Final do Concurso Nano Músicos Electroacústicos, com a participação especial de alunos de Saxofone do Conservatório de Música de Seia, um concerto e workshop com o Trio Piazzolla, e ainda um concerto com o Drumming - Grupo de Percussão, nos dias 18 e 19 de Dezembro, entre a Casa Municipal da Cultura de Seia e o Conservatório de Música de Seia.

Uso de máscara ou viseira obrigatório.
Mais informações sobre horários em breve no nosso site e redes sociais.

WONDERLAND | Machina Lirica Duo
Lisboa Incomum | 21 DEZ  - 18h


O Festival DME apresenta o fonograma "Wonderland" pelo Machina Lirica Duo, constituído pela flautista Monika Streitová e pelo guitarrista Pedro Rodrigues. Este fonograma tem como foco a música checa dos séculos XX e XXI, contando com obras de Leoš Janáček, Štěpán Rak, Lukáš Sommer, Miloš Štědroň, Jindřich Feld, František Lukáš e Michal Rataj.

O fonograma será lançado no dia 21 de Dezembro, em formato digital e físico, no Lisboa Incomum, pelas 18h.

Entrada livre mediante reserva para lisboaincomum@gmail.com.
Uso de máscara ou viseira obrigatório.
Mais informações sobre o fonograma aqui






Novembro 2021


Depois do III Festival de Música Contemporânea de Évora, o Festival DME volta em Novembro com eventos para todos os gostos.

Já no dia 7, acolhemos o Duo Contracello, no Conservatório de Música de Seia, num concerto multimédia com obras de compositores e videoartistas portugueses.

Teremos o prazer de organizar uma residência artística com Nuno Veiga que, durante o mês de Novembro, será o responsável pela concepção de uma performance com a participação de alunos da Escola Profissional da Serra da Estrela, com apresentação no dia 20 na Casa Municipal da Cultura de Seia.

No dia 11, promovemos um concerto de música persa na ESART, em Castelo Branco.

Reunimo-nos este mês para mais uma edição do Simpósio "Cultura e Sustentabilidade", com a participação do duo de João Dias e Carlos Guedes, do Laboratório de Música Mista José Luís Ferreira da Escola Superior de Música de Lisboa, concertos acusmáticos, exposição "Suitcase 11" e mais actividades a anunciar em breve. 

http://www.festival-dme.org/

Agenda

SENA 2222 | Nuno Veiga
Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia - 20 NOV | 21h30


O encenador Nuno Veiga estará em residência artística no Hostel Criativo do Sabugueiro e na Casa Municipal da Cultura de Seia durante o mês de Novembro, a trabalhar na criação do espetáculo Sena 2222, "uma viagem no tempo em que os habitantes de Seia (agora chamada Sena, que é o nome original) nos vão contar como é o mundo em 2222".

Nuno Veiga criará uma performance com a colaboração do Festival DME na curadoria musical, assistência  de José Baptista e interpretação de alunos da Escola Profissional da Serra da Estrela, com estreia na Casa Municipal da Cultura de Seia, no dia 20 de Novembro, pelas 21h30.

Entrada gratuita.
Uso de máscara ou viseira obrigatório.